Temporal variability of rainfall and environmental vulnerability of the northern part of the zona da mata and metropolitan region of Pernambuco

Yenê Medeiros Paz, Renata Laranjeiras Gouveia, Josiclêda Domiciano Galvíncio, Werônica Meira de Souza

Abstract


Variabilidades climáticas causam interferência significativa nas atividades humanas, daí a relevância de estudos que relacionam a variabilidade climática e vulnerabilidade ambiental. Este trabalho teve como objetivo analisar a climatologia da precipitação nas cidades de Itambé e Recife (Pernambuco), identificando os eventos extremos de precipitação e ocorrências que afetaram as condições socioeconômicas. Como procedimentos metodológicos, buscou dados diários de precipitação para o período entre 1963 e 2014 para as cidades de Itambé e Recife e, em seguida, usou o aplicativo CLIMAP Versão 1.1 para processamento. Verificou-se que para a cidade de Itambé a maior precipitação registrado foi de 182 mm em 2011, 173 mm em 1978 e 168.2 mm, em 1970, para o período de estudo. Em Recife, o ano de 1970 apresentou o maior evento de chuva, que foi de 335,8 milímetros, seguido pelo ano de 1986 com 235 milímetros e 185,9 milímetros acumulado em 2000. Na análise dos dados de precipitação de ambos os municípios, notou-se a falta de tendência, estatisticamente significativa, de modificação da série histórica, sem redução ou aumento tendência. Recife, onde a densidade populacional é maior e há um grande número de pessoas que vivem em áreas de elevada vulnerabilidade ambiental, devem ser tomadas, para estudo, a fim de encontrar alternativas para minimizar os problemas vividos pela população durante os eventos extremos de precipitação. As relativas às obras Itambé deve ser maximizado, dada a escassez de resultados, de forma a ter uma maior entrada de informações científicas sobre o assunto.


Keywords


Extreme Events, rainfall, climate trends

Full Text:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v6i1.22723

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c)