REPRODUÇÃO SOCIAL CAMPONESA EM UMA COMUNIDADE AMAZÔNICA

Adriene Rodrigues Cunha, Cátia Oliveira Macedo, Katarina Fagundes Aragão

Resumo


A reprodução social camponesa se constitui no universo da subordinação da terra ao capital, representando um paradoxo que é próprio do capitalismo. Inúmeras são as estratégias dessa reprodução, entre elas, a família, o trabalho e a religiosidade, características que, no decorrer deste trabalho, foram identificadas na comunidade do Cravo, localizada no Nordeste paraense, uma região marcada por conflitos em função do avanço do agronegócio do dendê. Assim, a partir deste recorte espacial, buscamos discutir como o campesinato se reproduz na Amazônia, frisando a importância da terra e do território e, quais as especificidades que carrega consigo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 
 
 LATINDEX
 
Thumbnail
 
 
Sumários.org