O objeto direto e o complemento indicativo de medida (CIM)

Silvânia Viana

Resumo


O presente artigo apresenta uma definição geral do objeto direto, tendo como principal enfoque
o Complemento Indicativo de Medida, já que este é apresentado por muitos gramáticos como OD. O
principal objetivo é mostrar que o CIM distingue-se do objeto direto prototípico em muitas características,
merecendo, assim, um estudo e uma classificação mais detalhada. Apresentamos o CIM segundo a
descrição da Gramática Tradicional (Bechara1999) e da Gramática Funcionalista (Vilela 1992) e ainda sob
a visão de alguns estudiosos como Cavalcante (1996) e Brito (1986).


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.