Professor x Alunos: masculinidades em jogo no discurso de sala de aula

Anderson Silva Lopes

Resumo


Adotando uma abordagem socioconstrucionista do discurso e da identidade social, este trabalho
focaliza o jogo discursivo entre o professor e alunos na construção das masculinidades. Baseio-me na
compreensão de gênero como construção social (Crawford, 1995) e na concepção de masculinidades
como identidades sociais heterogêneas (Moita Lopes, 1999). A metodologia de pesquisa é de cunho
etnográfico. Os dados foram coletados por meio de gravações em áudio das aulas e entrevistas em uma
turma de 5ª série. Os resultados apontam que, embora o professor tente colaborar na construção
discursiva da masculinidade hegemônica, os alunos e as alunas parecem atribuir-lhe uma masculinidade
subalterna.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Autor, concedendo à revista o direito à primeira publicação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ISSN:1984-7408

 

Licença Creative Commons
Esta revista possui trabalhos licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.