Liberdade, perfectibilidade e história em Rousseau

Moisés Rodrigues da Silva

Resumo


Este trabalho pretende ser uma abordagem inicial acerca de dois conceitos fundamentais na filosofia de Rousseau e de sua proximidade com uma noção de processo neste autor. A liberdade e a perfectibilidade são elementos que perpassam toda a obra do pensador genebrino e assumem diversas faces à medida que as próprias obras se distinguem entre si. Porém, apesar desta dificuldade, propomos refletir sobre a história humana levando em consideração as ideias de Rousseau acerca destes conceitos principalmente nos primeiros discursos e no Contrato Social. O homem começou sua história, saindo de sua pura animalidade, quando suas faculdades virtuais foram colocadas em ação por causas externas à sua própria natureza. Entendemos que uma reflexão da história em Rousseau é possível a partir de uma abordagem dos desdobramentos destas faculdades naturais distintivas dos homens.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.