Um mapa para a transparência e replicabilidade na ciência social empírica: o Protocolo TIER

Amanda Domingos, Ian Rebouças Batista

Resumo


O padrão de ouro da boa ciência é ter uma pesquisa transparente e replicável. Mas, como alcançar esse padrão? Nesse artigo, argumentamos que um importante passo à construção de uma pesquisa empírica transparente é a documentação. Materiais de replicação organizados permitem a produção de uma pesquisa mais transparente e aumentam a possibilidade de expansão da pesquisa. Nesse artigo, apresentamos o protocolo TIER como uma ferramenta de transparência e de auxílio na organização de materiais para replicação. Trata-se de uma metodologia de documentação que compila os principais documentos produzidos numa pesquisa empírica social (banco de dados, scripts, apêndices, arquivos LeiaMe, etc). A ideia consiste em uma pasta zipada, organizada em subpastas por tipo de arquivo, para disponibilizar publicamente os materiais de replicação. Além disso, destacamos a adequação do protocolo nas três dimensões do padrão de replicação (substantiva, pedagógica e transparência), uma vez que contribui para o avanço da ciência, introduz jovens graduandas à análise de dados de uma forma prática e contribuem para uma pesquisa transparente. Ainda fornecemos algumas atividades relacionadas ao Projeto TIER que contribuem com os objetivos do protocolo – como exercícios de introdução à metodologia organização e eventos de incentivo à transparência e replicabilidade.


Palavras-chave


Transparência; Replicabilidade; Documentação; Protocolo TIER

Texto completo:

Early View Slides Early View_en

Referências


ALVAREZ, R. M; KEY, E. M; NÚÑEZ, L. (2018). “Research replication: Practical considerations”. PS: Political Science & Politics, 51(2), 422-426.

BALL, Richard; MEDEIROS, N. (2012). “Teaching Integrity in Empirical Research: A Protocol for Documenting Data Management and Analysis”. The Journal of Economic Education, 43(2), 182-189.

CASEY, K; GLENNERSTER, R; MIGUEL, E. (2012). “Reshaping institutions: Evidence on aid impacts using a preanalysis plan”. The Quarterly Journal of Economics, 127(4), 1755-1812.

CHRISTENSEN, G.; SODERBERG, C. (2016). “Manual of best practices in transparent social science research”. Retrieved April, 2, 2017.

CHRISTENSEN, G.; MIGUEL, E. (2018). “Transparency, reproducibility, and the credibility of economics research”. Journal of Economic Literature, 56(3), 920-80.

DE LA GUARDIA, F. H.; STURDY, J. (2019). “Best Practices for Transparent, Reproducible, and Ethical Research”. IDB Technical Note ; 1635.

FIGUEIREDO FILHO, D.; LINS, R.; DOMINGOS, A.; JANZ, N.; SILVA, L. (2019). “Seven Reasons Why: A User’s Guide to Transparency and Reproducibility”. Brazilian Political Science Review, 13(2).

JANZ, N. (2016). “Bringing the gold standard into the classroom: replication in university teaching”. International Studies Perspectives, 17(4), 392-407.

KING, G. (1995). “Replication, replication”. PS: Political Science & Politics, 28(3), 444-452.

MIGUEL, E., CAMERER, C., CASEY, K., COHEN, J., ESTERLING, K. M., GERBER, A., LAITIN, D. (2014). “Promoting transparency in social science research”. Science, 343(6166), 30-31.

MUNAFÒ, M. R., NOSEK, B. A., BISHOP, D. V., BUTTON, K. S., CHAMBERS, C. D., DU SERT, N. P., IOANNIDIS, J. P. (2017). “A manifesto for reproducible science”. Nature human behaviour, 1(1), 1-9.

OLKEN, B. A. (2015). “Promises and perils of pre-analysis plans”. Journal of Economic Perspectives, 29(3), 61-80.

OSINSKI, León. (2019). “PROOF course Open Science: The new default in science, 01-10-2019”. Presentation at Eindhoven University of Technology. Disponível em: . Acesso em 23 mar. 2020.

PARANHOS, R., FIGUEIREDO FILHO, D. B., da Rocha, E. C., da Silva Jr, J. A., & SANTOS, M. L. W. D. (2012). “Levando Gary King a sério: desenhos de pesquisa em Ciência Política”. Revista Eletrônica de Ciência Política, 3(1-2).

PARANHOS, R., FIGUEIREDO FILHO, D. B., da ROCHA, E. C., CARMO, E. F. (2013). “A importância da replicabilidade na ciência política: o caso do SIGOBR”. Revista Política Hoje, 22(2), 213-229.

PRZEWORSKI, A., SALOMON, F. (2007). “The Art of Writing Proposals: Some candid suggestions for Applicants to Social Science Research Council”. SSRC: New York Recovered on 23rd March.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Ian Rebouças Batista, Amanda Domingos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4