As Políticas Sociais e os Direitos: alguns apontamentos sobre o Programa Bolsa Família no Nordeste

Clóvis Roberto Zimmermann

Resumo


Analistas comungam entre si o pressuposto de que nas sociedades modernas, não há razões para questionar a existência das políticas públicas sociais e dos programas de transferência de renda. Pesquisas empíricas têm comprovado que quanto mais industrializados e maior a renda per capita dos países, maiores são os investimentos em políticas sociais e programas de transferência de renda e, por conseguinte, menores os índices de desigualdade e pobreza (Ullrich, 2005). No Brasil, o Programa Bolsa Família tornou-se importante instrumento de combate à fome, cuja proposta vem sendo amplamente elogiada por cientistas sociais e por diversos meios de comunicação em âmbito nacional e internacional. Todavia, ao analisá-lo sob a perspectiva dos direitos humanos, o Programa ainda apresenta uma série de limites que serão analisados nesse artigo, cujo enfoque é o contexto nordestino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Política Hoje - ISSN: 0104-7094

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

I S S N   0 1 0 4  –  7 0 9 4