Avaliação multicritério aplicada ao mapeamento a suscetibilidade a escorregamentos: o caso do Bairro Cascata, Porto Alegre, RS (Multicriteria analysis applied to landslide susceptibility mapping: a case study in Cascata District, Porto Alegre, RS )

Mariana Madruga de Brito, Eliseu Weber, Alexandra Passuello

Resumo


O objetivo deste estudo foi mapear, com o emprego de uma técnica de avaliação multicritério em ambiente SIG, a suscetibilidade a escorregamentos no bairro Cascata, Porto Alegre. As variáveis utilizadas foram: declividade, litologia, pedologia, uso do solo e cobertura vegetal. Após a padronização das variáveis, definiu-se a importância de cada uma na predisposição do terreno a escorregamentos com o apoio da técnica de avaliação multicritério AHP (Analytic Hierarchy Process). Os resultados indicam que 3,27% da área de estudo possuí alta suscetibilidade; 83,29% média; 11,98% baixa e 1,46% muito baixa. Verificou-se também que 70,12% da classe alta suscetibilidade já foi urbanizada, configurando-se em áreas prioritárias para a mitigação de riscos. Esse quadro tende a se agravar, uma vez que a expansão urbana é inevitável e contínua, e que à medida que a população cresce, ela modifica o território, potencializando a ocorrência desses desastres. Dessa forma, o mapa resultante constitui-se em subsídio importante para a tomada de decisão, possibilitando uma escolha mais racional na definição de estratégias de prevenção e intervenção do poder público. Isso demonstra que o geoprocessamento aliado a técnicas de avaliação multicritério, simplifica e torna ágil o mapeamento da suscetibilidade.

 

 

 

This study aims to map, with the use of a multi-criteria analysis (MCA) technique in a GIS environment, the landslide susceptibility in the Cascata district, Porto Alegre, Brazil. Variables used were: slope, geology, soil, land use and vegetation cover. After the standardization of these variables, their importance for landslides predisposition was defined with the support of the multi-criteria technique AHP (Analytic Hierarchy Process). Results indicate that 3.27% of the study area has a high susceptibility; 83.29% moderate, 11.89% low and 1.46% very low. It was also found that 70.12% of the high susceptibility class has already been urbanized, and therefore, should be considered as priority for risk mitigation. This situation tends to worsen since urban sprawl is inevitable and continuous, and as the populations grow, it changes the territory, enhancing the occurrence of these disasters. Thus, the resulting map is an important tool for decision making, enabling a more rational definition of public strategies for landslides prevention and intervention. This demonstrates that GIS combined with MCA techniques simplifies and makes the susceptibility mapping faster.

Keywords: landslides, GIS, susceptibility, MCA, AHP. 


Palavras-chave


Movimentos de massa. SIG. Suscetibilidade. MCA. AHP.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/1984-2295.20170048



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License