Friagens no Pantanal, Brasil: Ocorrência de Casos Gerais, Intensos e Análise Sinótica do Evento mais Intenso

Müller Junior Martins dos Santos, Luciana Barros Pinto

Resumo


No Pantanal, a ocorrência de friagem muitas vezes causa prejuízos econômicos e sociais, mas pouco são os estudos que investigaram o fenômeno na região. Portanto, o objetivo deste estudo foi caracterizar os casos gerais e intensos de eventos de friagens na região do Pantanal ocorridos entre 2007 e 2014, e caracterizar o ambiente sinótico do evento mais intenso de friagem. Para tal, utilizou-se dados de boletins do Climanálise, temperatura do ar da cidade de Coxim-MS e reanálises do MERRA-2. Verificou-se 72 eventos de friagens dos casos gerais e 27 casos intensos, sendo a maior frequência o ano de 2010 e os meses de agosto para casos gerias; e 2010 e 2013 e julho e agosto para casos intensos. Ocorreram 9 friagens.ano-1 para caos gerais e 3,4 friagens.ano-1 nos casos intensos. O estudo sinótico mostrou a configuração de um ciclone no oceano Atlântico a leste do sul do continente da América do Sul, relacionado à ampliação da onda baroclínica em altos níveis, com um anticiclone pós-frontal migratório em superfície acompanhado de ômega negativo e gradiente de espessura da camada (camada fria).

 

 

Pantanal colds, Brazil: Occurrence of general, intense cases and synoptic analysis of the event

 

A B S T R A C T

In the Pantanal, the occurrence of friagem often causes economic and social damages, but few studies have investigated the phenomenon in the region. Therefore, the objective of this study was to characterize the general and intense cases of friary events in the Pantanal region between 2007 and 2014, and to characterize the synoptic environment of the most intense cold event. For that, data of Climanálise bulletins, air temperature of the city of Coxim-MS and reanalysis of MERRA-2 were used. There were 72 friar events of the general cases and 27 intense cases, the highest frequency being the year of 2010 and the months of August for the gerous cases; and 2010 and 2013 and July and August for intense cases. There were 9 friagens.ano-1 for general chaos and 3,3 friagens.ano-1 in intense cases. The synoptic studys howed the configuration of a cyclone in th e Atlantic Oceaneastof the South American continent, related tothe amplification of the baroclinic waveat high levels, with a migratory post-frontal anticyclone on the surface accompanied by omega negative and thickness gradient of the layer (cold layer).

Keywords: frontal system, air temperature, air polar, climatology.


Palavras-chave


Sistema Frontal; Temperatura do Ar; Ar Polar; Climatologia

Texto completo:

PDF

Referências


Amorim Neto, A.C, 2013.Estrutura e evolução de frentes frias intensas na região amazônica brasileira. Programa de Pós-Graduação em Meteorologia, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Tese de Doutorado,182p.

Amorim Neto, A.C.; Satyamurty, P.; Correia, F.W., 2015. Some observed characteristics of frontal systems in the Amazon Basin. Meteorological Applications, 22(3), 617-635.

Andrade, K.M., 2005. Climatologia e Comportamento dos Sistemas Frontais sobre a América do Sul. Programa de Pós-Graduação em Meteorologia, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Dissertação de Mestrado, 187p.

Bluestein, H.B. e Speheger, D.A., 1995. The dynamics of anupper-level trough in the baroclinic westerlies: Analysis base dupon data from a wind profiler network. Monthly Weather Review, 2369-2383.

Brinkmann, W.L.; Weinman, J.A.; Goes Ribeiro, M.N., 1971. Air temperature in central Amazonia I. Acta Amazonica, 1: 51-56.

Brinkmann, W.L. e Goes Ribeiro, M.N., 1972. Air temperature in central Amazonia III. Acta Amazonica, 2(3): 27-32.

Cavalcanti, I.F.A. e Kousky, V.E., 2009. Frentes frias sobre o Brasil. In: Tempo e Clima no Brasil, São Paulo, Oficina de Textos, p. 133-147.

CLIMANÁLISE. 2015. Boletim Climanálise. Disponível: . Acesso: 10 mai. 2015.

Escobar, G.C.J., 2007. Padrões sinóticos associados a ondas de frio na cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Meteorologia, 22(2): 241-254.

Escobar, G.C.J., 2008. Meteorologia Sinótica Prática Aplicada à Previsão de Tempo. Apostila de Meteorologia Sinótica – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais / Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos, Cachoeira Paulista, São Paulo, 2008.

Escobar, G.C.J; Vaz, J.C.M; Reboita, M.S., 2019. Circulação Atmosférica em Superfície Associada às Friagens no Centro-Oeste do Brasil. Anuário do Instituto de Geociências, 42(1): 241254.

Fedorova, N., 2001. Meteorologia sinótica. Pelotas, UFPEL, 242p.

Fisch, G., 1996. Camada limite amazônica: aspectos observacionais e de modelagem. Programa de Pós-Graduação em Meteorologia, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Tese de Doutorado, 203p.

Fortune, M.A., 1981. A severidade das geadas de 1981, vista pelo satélite GOES. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. São José dos Campos, 469-476.http://marte.sid.inpe.br/col/dpi.inpe.br/marte@80/2008/09.30.14.14/doc/469-476.pdf

Gan, M.A. e Rao, V.B., 1994. The influence of the Andes cordillera on transient disturbances. Monthly Weather Review, 1141-1157.

Garreaud, R.D., 2000. Cold air incursions over subtropical South America: mean

Structure and dynamics. Monthly Weather Review, 128 (7): 2544-2559.

Gelaro, R.; Mccarty, W.; Suárez, M.J.; Todling, R.; Molod, A.; Takacs, L.; Randles, C.A.; Darmenov, A.; Bosilovich, M.G.; Reichle, R.; Wargan, K.; Coy, L.; Cullather, R.; Draper, C.; Akella, S.; Buchard, V.; Conaty, A.; Silva, A.M.; Gu, W.; Kim, G.; Koster, R.; Lucchesi, R.; Merkova, D.; Nielsen, J.E.; Partyka, G.; Pawson, P.; Putman, W.; Rienecker, M.; Schubert, S.D.; Sienkiewicz, M. e Zhao, B., 2011. The Modern-Era Retrospective Analysis for Research and Applications, Version 2 (MERRA-2). Journal of Climate, 30: 5419-5454.

Gomes, M.S., 2015. Efeito dos Eventos de Friagem nas Condições meteorológicas do Sudoeste da Amazônia. Faculdade de Meteorologia, Universidade Federal de Pelotas, Trabalho de Conclusão de Curso, 75p.

Hamilton, M.G. e Tarifa, J.R., 1978. Synoptic aspects of a polar outbreak leading to frost in tropical Brazil, July, 1972. Monthly Weather Review, 106(11): 1545-1556.

INMET. 2014. Instituto Nacional de Meteorologia. Banco de dados meteorológicos para ensino e pesquisa. Disponível: . Acesso: 12 jul. 2014.

Longo, R.C.M. e Dias, M.A.F.S., 2004. Análise das características dinâmicas e sinóticas de um evento de friagem durante a estação chuvosa no sudoeste da Amazônia. Revista Brasileira de Meteorologia, 19(1): 59-72.

Mattos, L.F., 2010. Os dezoito casos mais intensos de friagem na Amazônia no período 1975-2009. In.: XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, Belém, 2010.

Myers, V.A., 1964. A cold front invasion of Southern Venezuela. Monthy Weather Review, 92(11): 513-521.

NASA, 2001. National Aeronautics and Space Administration. Disponível: < www2. jpl.nasa.gov/srtm/>. Acesso: 30 de jul. de 2017.

Nimer, E., 1989. Geografia do Brasil – Região Centro-Oeste. Rio de Janeiro, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1: 23-34.

Paranhos Filhos, A.C.; Nummer, A.R.; Albrez, E. A.; Ribeiro, A.A. e Machado, R., 2013. A study of structural lineaments in Pantanal (Brazil) using remote sensing data. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 85 (3), 913-922.

Parmenter, F.C., 1976. A Southern Hemisphere cold front passageat the Equator. Bulletin American Meteorological Society, 57(12): 1435-1440.

Pinto Jr., S.C. e Silva, C.A. 2012. A dinâmica climática do Mato Grosso do Sul e as queimadas do ano de 2009: uma análise têmporo-espacial a partir das Imagens do NOAA-15. Acta Geografica, Ed. Especial: 223-237.

Pinto, L.B; Fernandes, B.M; Santos, M.J.M. e Campos, C.R.J., 2018. Eventos de Friagem na Região do Pantanal, Brasil. Anuário do Instituto de Geociências, 41(2): 223-232.

Reboita, M.S.; Escobar, G.C.J. e Lopes, V., 2015. Climatologia sinótica de eventos de ondas de frio sobre a região sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, 16: 72-92.

Ricarte, R.M.D., 2012. Climatologia de eventos de friagem no sul da região Amazônica. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, São José dos Campos, Tese de doutorado, 119p.

Ricarte, R.M.D.; Herdies, D.L. e Barbosa, T.F.,, 2014. Patterns of atmospheric circulation associated with cold outbreaks in southern Amazonia. Meteorological Applications, 22: 129-140.

Ribeiro, I.L., 2012. As incursões de ar frio no estado do Amazonas. Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Federal do Amazonas, Dissertação de Mestrado, 88p.

Santos, M.J.M.; Conceição, L.F.C; Monteiro, C.A; Pinto, L.B., 2016. Fenômeno intenso de friagem em julho de 2013 em Coxim-MS, norte do Pantanal: análise do ambiente sinótico. In: XXV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, Pelotas, 2016. Resumos expandidos, Pelotas, UFPEL.

Satyamurty, P.; Fonseca, J.F.B.; Botino, M.J.; Seluchi, M.E.; Lourenço, M.C.M.; Gonçalves, L.G., 2002. Anearly freeze in southern Brazil in April 1999 and its NWP guidance. Meteorological Applications, 9(1): 113-128.

Seluchi, M.E., 2009. Geadas e Friagens. In:Tempo e Clima no Brasil, São Paulo, Oficina de Textos, p. 149-167.

Serra, A. e Ratisbonna, L., 1960. As massas de ar da América do Sul: 1ª e 2ª partes. Revista Geográfica, (51-52): 1959-1960.

Viana, L.P. e Herdies, D.L., 2018. Estudo de caso de um evento extremo de incursão de ar frio em julho de 2013 sobre a bacia amazônica brasileira. Revista Brasileira de Meteorologia, 33(1): 27-39.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.3.p915-927

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License