Simulação da Área de Inundação por meio da Modelagem Hidráulica em Canal Urbano: Estudo de Caso Córrego Jatobá, em Belo Horizonte, Minas Gerais

Thomaz Felipe de Freitas Anchieta, Fernando Neves Lima, Roberto Cézar de Almeida Monte-Mor, Eliane Maria Vieira

Resumo


Devido à ausência de sistemas de drenagem eficientes e aos altos índices pluviométricos em determinados períodos do ano, eventos de inundação no mundo e no Brasil, e, principalmente, em Belo Horizonte-MG,  têm sido observados com muita frequência. À vista disso, este trabalho teve como objetivo desenvolver a modelagem hidráulica de um canal em meio urbano visando a discussão sobre a sua capacidade de drenagem e minimização de incertezas, relacionadas ao escoamento de água no canal em eventos extremos. Para a elaboração dos mapas e delineamento do canal foi utilizado o software ArcGIS, com suas extensões ArcHydro e HEC-GeoRAS. Além disso, para aplicação dos dados geométricos e hidráulicos das seções, e simulações hidráulicas, foi empregado o software HEC-RAS. Como resultado do estudo, teve-se a comprovação, quantitativa, da influência do coeficiente de Manning no escoamento do canal e pôde-se também, determinar, por meio de um conjunto de vazões críticas, trechos do curso d’água mais susceptíveis à inundação.  Observou-se que, quanto menores os valores dos coeficientes de Manning das seções, maiores são suas vazões críticas, ou seja, para corpos hídricos canalizados por obras com revestimento e com acabamento, as vazões necessárias para as seções inundar possuem valores mais altos, justamente, pelo menor atrito do material de revestimento com o fluxo de água; enquanto que, para canais naturais, as vazões determinantes para a ocorrência de inundação da seção, são menores, pela maior potencialidade da vegetação e do solo em resistir ao escoamento.

 

Flooding Area Simulation through Hydraulic Modeling in the Urban Channel: Case Study Jatobá Stream, in Belo Horizonte, Minas Gerais

A B S T R A C T

Due to the absence of efficient drainage systems and high rainfall rates at certain times of the year, flood events in the world and in Brazil, and especially in Belo Horizonte, Minas Gerais, have been observed very frequently. In view of this, this work aimed to develop the hydraulic modeling of an urban canal in order to discuss its drainage capacity and minimize uncertainties related to water runoff in extreme events.For the maps elaboration and the channel drawing was used the ArcGIS software with its extensions ArcHydro and HEC-GeoRAS. The HEC-RAS software was used to apply the geometric and hydraulic sections data and for hydraulic simulations. As a result of the study, the influence of the Manning coefficient on the flow of a channel was quantitatively verified. Through a set of critical flows, it was also possible to determine the most susceptible to flooding watercourse stretches. In this case, it was observed that the smaller the values of the Manning coefficients of the sections, the higher their critical flow rates, that is, for water bodies piped by coated and finished works, the flow rates needed to flood the sections have higher values high due to the lower friction of the coating material with water flow; whereas, for natural channels, the water volumes per unit of time, which are determinant for the sections flooding, were smallers, precisely because of the greater capacity of the vegetation and soil to resist runoff.

Keywords: hidraulic modelling, HEC-RAS, urban floods.


Texto completo:

PDF

Referências


ASF. Alaska Satellite Facility, 2019. Disponível: https://search.asf.alaska.edu/#/. Acesso: 15 mai. 2019.

Attari, M., Hosseini, S.M., 2019. A simple innovative method for calibration of Manning’s roughness coefficient in rivers using a similarity concept. Journal of Hydrology [online] 575. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2019.05.083. Acesso: 31 mai. 2020.

Awakimjan, I., 2015. Urban Flood Modelling Recommendations for Ciudad Del Plata. Bachelor Thesis. Enschede, University of Twente.

Baptista, M.B., Coelho, M.M.L. P., 2016. Fundamentos de Engenharia Hidráulica, 4 ed. UFMG, Belo Horizonte.

Batista, J.A.N., Boldrin, A. J., 2018. Avaliação do desempenho hidráulico de um sistema de drenagem de águas pluviais urbanas. Revista Engenharia. Sanitária e Ambiental [online] 23. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/esa/v23n2/1809-4457-esa-23-02-263.pdf. Acesso: 20 ago. 2019.

Brunner, G. W., 2016. HEC-RAS: River Analysis System, 5 ed. US Army Corps of Engineers, Davis.

Canholi, A. P., 2015. Drenagem Urbana e Controle de Enchentes, 2 ed. Oficina de Textos, São Paulo.

Cavalcante, F.G., Tavares, P.R.L., Fernandes, R.O., Sá, P.E.F., 2018. Modelagem computacional de ressalto hidráulico em canal urbano. Revista DAE [online] 67. Disponível: https://doi.org/10.4322/dae.2019.028. Acesso: 20 ago. 2019.

Dimitriadis, P., Tegos, A., Oikonomou, A., Pagana, V., Koukouvinos, A., Mamassis, N., Koutsoyiannis, D., Efstratiadis, A., 2016. Comparative evaluation of 1D and quasi-2D hydraulic models based on benchmark and real-world applications for uncertainty assessment in flood mapping. Journal of Hydrology [online] 534. Disponível: http://dx.doi.org/10.1016/j.jhydrol.2016.01.020. Acesso: 28 mai. 2020.

EM-DAT. The OFDA/CRED International Disaster Database, 2017. Disponível: http://www.emdat.be/advanced_search/index.html. Acesso: 19 ago. 2019.

Ezz, H., 2018. Integrating GIS and HEC-RAS to model Assiut plateau runoff. The Egyptian Journal of Remote Sensing and Space Sciences [online] 21. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.ejrs.2017.11.002. Acesso: 27 mai. 2020.

Fenner, R., O’Donell, E., Ahilan, S., Dawson, D., Kapetas, L., Krivtsov, V., Ncube, S., Vercruysse, K., 2019. Achieving Urban Flood Resilience in an Uncertain Future. Water [online] 11. Disponível: https://doi.org/10.3390/w11051082. Acesso: 27 mai. 2020.

Gholami, V., Asghari, A., Salimi, E.T., 2016. Flood hazard zoning using geographic information system (GIS) and HEC-RAS model (Case study: Rash City). Caspian Journal of Environmental Sciences [online] 14. Disponível: https://cjes.guilan.ac.ir/article_1862.html. Acesso: 27 mai. 2020.

Greco, M., Mirauda, D., Plantamura, A.V., 2014. Manning’s Roughness through the Entropy Parameter for Steady Open Channel Flows in Low Submergence. Procedia Engineering [online] 70. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.proeng.2014.02.084. Acesso: 31 mai. 2020.

Hardy, J., Gourley, J.J., Kirsetter, P.E., Hong, Y., Kong, F., Flamig, Z.L., 2016. A method for probabilistic flash flood forescating. Journal of Hydrology [online] 541. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2016.04.007. Acesso: 25 mai. 2020.

IDE-Sisema. Infraestrutura de Dados Espaciais do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, 2019. Disponível: http://idesisema.meioambiente.mg.gov.br/. Acesso: 20 mai. 2019.

Kashyap, S., Mahanta, R., 2018. Vulnerability Aspects of Urban Flooding: A Review. Indian Journal of Economics and Development [online] 14. Disponível: DOI: 10.5958/2322-0430.2018.00175.0. Acesso: 25 mai. 2020.

Khalfallah, C.B., Saidi, S., 2018. Spatiotemporal floodplain mapping and prediction using HEC-RAS – GIS tools: Case of the Mejerda river, Tunisia. Journal of African Earth Sciences [online] 142. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.jafrearsci.2018.03.004. Acesso: 28 mai. 2020.

Kopecki, I., Schneider, M., Tuhtan, J.A., 2017. Depth-dependent hydraulic roughness and its impact on the assessment of hydropeaking. Science of The Total Environment [online] 575. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2016.10.110. Acesso: 29 mai. 2020.

Miguez, M.G., Veról, A.P., Resende, O.M., 2015. Drenagem Urbana: Do Projeto Tradicional à Sustentabilidade, 1ed. Elsevier, Rio de Janeiro.

Mokhtar, E.S., Pradhan, B., Ghazali, A.H., Shafri, H.Z.M., 2018. Assessing flood inundation mapping through estimated discharge using GIS and HEC-RAS model. Arabian Journal of Geosciences [online] 11. Disponível: https://doi.org/10.1007/s12517-018-4040-2. Acesso: 28 mai. 2020.

Momo, M.R., Pinheiro, A., Severo, D.L., Cuartas, L.A., Nobre, A.D., 2015. Desempenho do modelo HAND no mapeamento de áreas susceptíveis à inundação usando dados de alta resolução espacial. Revista Brasileira de Recursos Hídricos [online] 21. Disponível: DOI: 10.21168/rbrh.v21n1.p200-208. Acesso: 20 mai. 2019.

Monte, B.E.O., Costa, D.D., Chaves, M.B., Magalhães, L.O., Uvo, C.B., 2016. Modelagem hidrológica e hidráulica aplicada ao mapeamento de áreas inundáveis. Revista Brasileira de Recursos Hídricos [online] 21. Disponível: https://doi.org/10.21168/rbrh.v21n1.p152-167. Acesso: 20 mai. 2019.

Nkwunonwo, U.C., Whitworth, M., Baily, B., 2020. A review of the current status of flood modelling for urban flood risk management in the developing countries. Scientific African [online] 7. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.sciaf.2020.e00269. Acesso: 28 mai. 2020.

Paquier, A., Mignot, E., Bazin, P., 2015. From hydraulic modelling to urban flood risk. Procedia Engineering [online] 115. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.proeng.2015.07.352. Acesso: 26 mai. 2020.

PMBH. Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, 2002. Atlas dos Diagramas dos Canais Revestidos do Sistema de Macrodrenagem: Bacia do Ribeirão Arrudas, 1 ed. Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Belo Horizonte.

PMSP. Prefeitura do Município de São Paulo, 1999. Diretrizes Básicas para Projetos de Drenagem no Município de São Paulo, 1 ed. Prefeitura Municipal de São Paulo, São Paulo.

Rafiq, F., Ahmed, S., Ahmad, S., Khan, A.A., 2016. Urban Floods in India. International Journal of Scientific & Engineering Research [online] 7. Disponível: https://www.ijser.org/researchpaper/Urban-Floods-in-India.pdf. Acesso: 26 mai. 2020.

Reis, P.A., Schmidt, M.A.R., 2017. Avaliação dos Modelos HEC-RAS e GRASS na Identificação de Áreas Vulneráveis a Inundações em Áreas Urbanas. Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ [online] 40. Disponível: http://dx.doi.org/10.11137/2017_1_115_126. Acesso: 20 ago. 2019.

Rincón, J.C., Pérez, M., Delfin, G., Freitez, C., Martínez, F., 2017. Análisis Comparativo entre los Modelos HEC-RAS e Iber en la Evaluación Hidráulica de Puentes. Revista Gaceta Técnica [online] 17. Disponível: DOI: 10.13140/RG.2.2.18178.68809. Acesso: 24 mai. 2020.

Sausen, T.M., Lacruz, M.S.P., 2015. Sensoriamento Remoto para Desastres, 1 ed. Oficina de Textos, São Paulo.

Serre, D., 2016. Advanced methodology for risk and vulnerability assessment of interdependency of critical infrastructure in respect to urban floods. E3S Web of Conferences [online] 7. Disponível: DOI: 10.1051/e3sconf/20160707002. Acesso: 23 mai. 2020.

Silva, R.F., Santos, V.A., Galdino, S.M.G., 2016. Análise dos Impactos Ambientais da Urbanização sobre os Recursos Hídricos na Sub-bacia do Córrego Vargem Grande em Montes Claros-MG. Caderno de Geografia [online] 26. Disponível: http://periodicos.pucminas.br/index.php/geografia/article/view/p.2318-2962.2016v26n47p966/10148. Acesso: 19 ago. 2019.

Sousa, R.E.S., Gonçalves, G.F.G., 2018. Um estudo sobre os impactos decorrentes de inundações no município de Belo Horizonte. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental [online] 7. Disponível: http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/gestao_ambiental/article/download/6969/4076. Acesso: 19 ago. 2019.

Souza, I.N.P., Couto, T.F., 2016. A urbanização e a percepção do lugar no córrego Jatobá, em Belo Horizonte, Minas Gerais. XVIII Encontro Nacional de Geógrafos, São Luís.

Souza, S.B., Ignácio, C.F., Carvalho, C.G.C., 2019. Área de Riscos: Pontos de Inundações Impactos no Processo de Urbanização em Campinas/SP. XVIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, Natal.

Surwase, T., Manjusree, P., 2019. Urban Flood Simulation - a Case Study of Hyderabad city. National Conference on Flood Early Warning for Disaster Risk Reduction. Hyderabad.

Tanaka, L.C., 2016. Sistemas de Monitoramento e Alerta de Inundação Urbana e seus Efeitos no Desenvolvimento Local: Um Estudo Orientado pela Design Science Research. Dissertação Mestrado em Desenvolvimento Regional. Franca, Centro Universitário Municipal de Franca.

Wang, Y., Chen, A.S., Fu, G., Djordjević, S., Zhang, C., Savić, D.A., 2018. An integrated framework for high-resolution urban flood modelling considering multiple information sources and urban features. Environmental Modelling & Software [online] 107. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.envsoft.2018.06.010. Acesso: 02 jun. 2020.

Zhu, H., Mingming, Y., Zhu, J., Lu, H., Cao, R., 2019. Simulation study on effect of permeable pavement on reducing flood risk of urban runoff. International Journal of Transportation Science and Technology [online] 8. Disponível: https://doi.org/10.1016/j.ijtst.2018.12.001. Acesso: 01 jun. 2020.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.3.p1348-1367

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License