PRÁTICAS DE CURA PELO RIO TROMBETAS

Nádile Juliane Costa de Castro

Resumo


Este ensaio tem o objetivo de mostrar uma das singularidades das culturas do município de Oriximiná, Estado do Pará, as práticas populares de cura. Assim como do universo amazônico, a cultura da população deste município é baseada em um místico do folclore, lendas locais, saberes tradicionais e diversas atividades culturais. Mas ainda assim é necessário apreender que as práticas de cura possuem valor específico que vão além do folclore, constituído de saberes historicamente construídos e de valor social e político que estão dentro deste cenário.


Texto completo:

Ensaio

Referências


BITENCOURT, Daiane Brum. 2017. Remédios da terra, amuletos e medicina popular: a etnofarmacobotânica nas artes de curar dos amazônidas entre Oriximiná (PA) à Nhamundá (AM), 1870-1940. Tese de Doutorado. Pontifícia Universidade Católica do rio Grande do Sul. PUCRS.

CASTRO, Nádile Juliane Costa de. 2018. Transformações pelo rio Trombetas: transições socioespaciais por meio da mineração no baixo amazonas. Revista Iluminuras. Vol. 19(46): 451-458.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2019. Oriximiná: História & fotos. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/oriximina/historico

MEDEIROS, Rafael Eduardo Gurgel; NASCIMENTO, Ellayne Gurgel Cosme; DINIZ, Gabriele Maria Dantas; ALCHIERI, João Carlos. 2013. Na simplicidade a complexidade de um cuidar: a atuação da benzedeira na atenção à saúde da criança. Revista de Saúde Coletiva, Vol. 23(4): 1339-1357.

SIMONIAN, Ligia Terezinha Lopes. 2007. Uma relação que se amplia: fotografa e ciência sobre e na Amazônia. Imagens e pesquisas: ferramentas para compreensão da realidade amazônica. Belém: Editora do NAEA.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.