Olhares de vigilância contra os cristãos-novos antes e durante a primeira visitação da inquisição à Capitania de Pernambuco

Priscila Gusmão Andrade, Juciene Ricarte Apolinário

Resumo


O presente artigo analisa a presença dos cristãos-novos na Capitania de Pernambuco ao longo do século XVI. A partir das denunciações que resultaram da Primeira Visitação da Inquisição ao Brasil, e a presença do visitador na Capitania supracitada, entre os anos de 1593 a 1595, procura-se perceber como se davam os olhares de vigilância sobre os cristãos-novos por parte da população de cristãos-velhos, desde antes da chegada do representante do tribunal por essas terras. Mesmo que as relações fossem construídas de forma mais branda na América portuguesa, em comparação com as pressões sofridas pelos cristãos-novos em Portugal, ainda assim, a vigilância estava presente no cotidiano dessas relações.


Palavras-chave


Cristãos-novos; Inquisição; Pernambuco; Vigilância

Texto completo:

PDF

Referências


ALGRANTI, Leila Mezan. Famílias e Vida Doméstica. In: NOVAIS, Fernando A. (coordenador geral) e SOUZA, Laura de Mello (org.). História da vida privada no Brasil: cotidiano e vida privada na América portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

ASSIS, Angelo Adriano Farias de. Macabeias da colônia: Criptojudaísmo Feminino na Bahia. São Paulo: Alameda, 2012.

BENAZZI, Natale; D’AMICO, Matteo. O Livro Negro da Inquisição: A reconstituição dos grandes processos. Lisboa: Âncora, 2001.

CALAINHO, Daniela Buono. Agentes da fé: familiares da inquisição portuguesa no Brasil Colonial. Bauru, SP. Edusc, 2006.

LIPINER, Elias. Santa Inquisição: terror e linguagem.Rio de Janeiro: Documentário, 1977.

MAIA, Ângela Maria Vieira. À Sombra do Medo: Cristãos-Velhos e Cristãos-Novos nas Capitanias do Açúcar. Rio de Janeiro: Idealizarte, 2003.

MOTT, Luiz. Filhos de Abraão & Sodomia: cristãos-novos homossexuais nos tempos da Inquisição. In: GORENSTEIS, Lina & CARNEIRO, Maria Luisa Tucci (org.), Ensaios sobre a intolerância: Inquisição, Marranismo e Anti-semitismo. São Paulo: Humanitas, 2005.

NOVINSKY, Anita W. Cristãos-Novos na Bahia. São Paulo: Editora Perspectiva/Editora USP, 1972.

PIERONI, Geraldo. Os excluídos do Reino: A inquisição Portuguesa e o degredo para o Brasil Colônia – Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2000.

PRIMEIRA, Visitação do Santo Oficio as Partes do Brasil: Denunciações e confissões de Pernambuco 1593-1595. Prefácio de José Antônio Gonçalves de Mello. Recife, FUNDARPE. Diretoria de Assuntos Culturais, 1984. 509+158p. Il. (Coleção Pernambucana – 2ª. Fase, 14).

Regimento do Santo Ofício da Inquisição, dos reinos de Portugal. In. Revista do Instituto Histórico e Geográfico brasileiro. Rio de Janeiro, ª 157, Nº 392, jul/set 1996, Livro I, Titulo I. P. 717-721. Regimento de 1640.

SCHLESINGER, Hugo. Pequeno ABC do pensamento judaico: Síntese de definições dos valores religiosos, morais e éticos do judaísmo. Editora B’NAI B’RITH, São Paulo, 1969.

SILVA, Janaína Guimarães da Fonseca e. Modos de pensar, maneiras de viver: Cristãos-novos em Pernambuco no século XVI. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da UFPE. Recife, 2007.

SIQUEIRA, Sonia A. O Poder da Inquisição e a Inquisição como Poder. Revista Brasileira de História das Religiões – Dossiê Identidades Religiosas e História. São Paulo, ano I, n. 1, p. 84-93, 2008.

TRIGUEIRO, Tatiane de Lima. Um caso de “feitiçaria” na Inquisição de Pernambuco. Dissertação de mestrado apresentada ao programa de pós-graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2001.

VAINFAS, Ronaldo. Moralidades Brasílicas: Deleites sexuais e linguagem erótica na sociedade escravista. In: NOVAIS, Fernando A. (coordenador geral) e SOUZA, Laura de Mello e (org.). História da vida privada no Brasil: cotidiano e vida privada na América portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2019.37.1.08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas