CLIO NO ULTRAMAR: elementos da historiografia portuguesa nas narrativas seiscentistas da “guerra holandesa”

Kleber Clementino da Silva

Resumo


O artigo examina como o legado da historiografia portuguesa reverbera nas narrativas sobre a presença holandesa no Atlântico Sul (1630-1654), indicando que, embora as obras devam ser lidas em diálogo com seus contextos históricos específicos, suas concepções de historia e certos elementos retóricos que as caracterizam se inspiram em um paradigma historiográfico enraizado na Península Ibérica. Palavras-chave: “guerra holandesa”, historiografia, retórica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas