VELHOS PAPÉIS, NOVAS HISTÓRIAS: a justiça para os órfãos na Capitania de Pernambuco

Virgínia Maria Almoêdo de Assis

Resumo


O texto busca analisar as estratégias adotadas pela Câmara de Olinda quanto a utilização do legado pecuniário, sob a sua guarda, pertencente aos órfãos da capitania de Pernambuco, sem a prévia autorização régia, o que feria o disposto na doutrina e legislação vigentes, notadamente ao que rezavam as Ordenações Filipinas (1603).  Também ao longo do texto, as reflexões procuram revelar as estreitas relações entre o conhecimento histórico e os paleográficos à escrita da História na temporalidade do Brasil Colônia na sua face político-administrativa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas