O Piauí no processo de independência: contribuição para construção do império em 1823

Johny Santana de Araújo

Resumo


O presente trabalho procura explorar como se deu a condução do processo de independência no Piauí em 1823. Três elementos são fundamentais para a reconstituição dessa narrativa. Primeiro, a importância da região para a manutenção do império colonial português na América; em segundo lugar, a intensa mobilização político-social e militar, que são fundamentais para a compreensão de um discurso nacional que foi moldado anos depois, e, por fim, o encaminhamento dado às figuras proeminentes nesse processo, personificado pelos diferentes caminhos seguidos pelos atores políticos no pós-independência.


Palavras-chave


Independência no Piauí; Elites Políticas; Sedição

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Johny Santana de. Bravos do Piauí! Orgulhai-vos...: a propaganda nos jornais piauienses e a mobilização para a Guerra do Paraguai (1865-1866). Teresina: EDUFPI, 2011.

BASILE, Marcello Otávio N. de C. O Império Brasileiro: Panorama Político. In: LINHARES, Maria Yedda. (Org.) História Geral do Brasil, 7 ed. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2000.

BOBBIO, Norberto. Dicionário de Política. Brasília: Editora da UNB, 11ª ed., 1998. Vol. 1.

BRANDÃO, T. M. P. O Escravo na formação social do Piauí: perspectiva histórico do século XVIII. 1ª Ed. Teresina: Editora da Universidade Federal do Piauí, 1999.

BRANDÃO, Wilson de Andrade. História da independência no Piauí. Teresina: FUNDAPI, 2006.

BRITTO, Anísio. Adesão do Piauí à Confederação do Equador, Documentos do Instituto Ceará. Documentos coligidos pelo Dr. Anísio Britto. Fortaleza: Instituto do Ceará, 1922.

BRITO, Bugyja. O Piauí e a Unidade Nacional. Teresina: Cia. Editora do Piauí, 1973.

BRUM, Argemiro J. O desenvolvimento econômico brasileiro. 20ª Ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

CANECA, Frei. “Typhis Pernambucano de 10/6/1824”, in: Ensaios políticos. Rio de Janeiro: PUC, 1976.

CARVALHO, Genimar Machado Resende de. Construtores e aprendizes: cativos da nação e educandos artífices nas obras publicas de construção de Teresina (1850-1873) Porto Alegre: FCM, 2013.

CARVALHO, José Murilo de. A Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

CARVALHO, José Murilo de. Nação e cidadania no Império. Novos horizontes. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

CARVALHO, José Murilo de. Brasil: Nações imaginadas. In: ____ Pontos e Bordados: escritos de história e política, Belo Horizonte: EdUFMG. 1999.

CARVALHO, Maria do Amparo Alves de. Batalha do Jenipapo: Reminiscências da cultura material em uma abordagem arqueológica. Porto Alegre: PUC RS. Tese de Doutorado, Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Pontifícia Universidade Católica Rio Grande do Sul, 2014.

CARVALHO, Mary Lúcia Alves de. O Piauí sob o olhar dos viajantes estrangeiros no século XIX. São Paulo: Universidade Gama Filho, 2013. Artigo de Especialização. Curso de Pós-Graduação em História e Cultura no Brasil da Universidade Gama Filho, 2013.

CASTELO BRANCO, R. P. A civilização do couro, Teresina: DEIP, 1942.

CASTRO, Francisco. A guerra do Jenipapo: a independência do Piauí. São Paulo: FTD, 2002.

CHAVES, Joaquim. Obra Completa. Teresina: FCMC, 1998.

CHAVES, Joaquim. O Piauí nas lutas da independência do Brasil. Teresina: Alínea Publicações Editora, 2005.

DIAS, Claudete Maria Miranda. Balaios e Bem-te-vis: a guerrilha sertaneja. 2ª Ed. Teresina: Instituto Dom Barreto, 2002.

DIAS, Claudete Maria Miranda. O outro lado da história: o processo de independência do Brasil visto pelas lutas no Piauí – 1789-1850. 1999. Tese de Doutorado em História, IFCS/UFRJ, 1999.

DIAS, Maria Odila Leite da Silva. A interiorização da metrópole e outros estudos. São Paulo, Alameda Casa Editorial, 2005.

DOLHNIKOF, Miriam F. Elites regionais e a construção do Estado Nacional In: JANCSÓ, István (org.) Brasil: Formação do Estado e da Nação. São Paulo: Hucitec; Ed. Unijuí; Fapesp, 2003.

FAUSTO, Boris: História do Brasil, São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1995, p. 100.

FIDIE, João José da Cunha. Varia Fortuna de um Soldado Português. Teresina: Fundapi, 2006.

JANCSO, Isvan. A construção dos Estados Nacionais na América Latina: Apontamentos para o estudo do Império como Projeto In: SZMRECSANYI, Tamas; LAPA, J. R. Amaral. (org.) História Econômica da Independência e do Império. São Paulo: Edusp, 2002.

JANOTTI, Maria e Lourdes Mônaco. A Balaiada. São Paulo: Brasiliense, 1987.

HOBSBAWM, Eric J. Nações e nacionalismo desde 1780. Programa, mito e realidade, 2a Ed, São Paulo: Paz e Terra, 1996.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Unicamp, 1990.

LEITE, Glacyra Lazzari. A Confederação do Equador. São Paulo: Editora Ática, 1996.

MAGNOLI, Demétrio. O corpo da pátria: imaginação geográfica e política externa no Brasil: 1808-1912. São Paulo: UNESP / Moderna, 1997.

MALERBA, Jurandir As Independências do Brasil: ponderações teóricas em perspectiva historiográfica. História, São Paulo, V.24, N.1, P.99-126, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/his/v24n1/a05v24n1.pdf, acessado em: 23/12/2014.

LIMA, Solimar Oliveira. Braço forte: trabalho escravo nas fazendas da nação do Piauí: 1822-1871. Passo Fundo: UPF, 2005.

MATTOS, Ilmar Rohloff. O tempo de Saquarema: a formação do Estado imperial. 3ª Ed. Rio de Janeiro, 1994.

MELLO, Evaldo Cabral de. A outra Independência: o federalismo pernambucano de 1817 a 1824. São Paulo, Editora 34, 2004.

MENDES, Francisco Iweltman Vasconcelos. Parnaíba: educação e sociedade na primeira república. Teresina: UFPI, Dissertação de Mestrado, Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Piauí UFPI, 2007.

MESGRAVIS, Laima. A sociedade brasileira e a historiografia colonial. In: FREITAS, Marcos C. Historiografia brasileira em perspectiva. São Paulo: Contexto, 1998.

NEIVA, Arthur e PENA, Belisário. Viagem cientifica pelo norte da Bahia, sudoeste de Pernambuco, sul do Piauí e de norte a sul de Goiás. Edição Fac-similar. Brasília: Senado Federal, 1999.

NEVES, Abdias. A Guerra do Fidié. 4ª Ed. Teresina: FUNDAPI, 2006.

NEVES, Abdias. O Piauí na confederação do Equador. Teresina: EDUFPI/APL, 1997.

NUNES, Odilon, Pesquisa para a história do Piauí: a Independência do Brasil, especialmente no Piauí. Manifestações republicanas. A ordem. Teresina: FUNDAPI, 2007.

PIMENTA, João Paulo G. A Independência do Brasil e o liberalismo português: um balanço da produção acadêmica. Revista Digital de Historia Iberoamericana. Madrid, V.1, N.1, 2008. Disponível em: http://revistahistoria.universia.net/article/viewFile/208/334,acessado em 20/12/2014.

QUEIROZ, Teresinha de J. M. Economia Piauiense: da pecuária ao extrativismo 2ª Ed. Teresina: EDUFPI, 1998.

SALGADO, Graça (Org.). Fiscais e meirinhos: a administração no Brasil colonial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

SANTANA, R. N. Monteiro de. Evolução Histórica da Economia Piauiense. 2ª Ed. Teresina: Academia Piauiense de Letras, 2001.

SODRÉ, Nelson Werneck. Formação Histórica do Brasil. 13ª Ed. Rio de Janeiro: Bertrand, 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas