Índios no semiárido nordestino: (re)conhecendo sociodiversidades

Edson Silva, Edson Silva

Resumo


Os povos indígenas no Nordeste questionam a produção historiográfica que até recentemente omitiu, ignorou ou relegou os índios genéricos a um passado colonial distante As experiências vivenciadas pelos indígenas no Semiárido nordestino, constituem-se, portanto, em um desafio para reflexões sobre a compreensão dos processos históricos que resultam nas mobilizações sociopolíticas atuais pelas reivindicações, conquistas e garantias de direitos. É necessário pensar os indígenas no Semiárido nordestino na perspectiva de uma História Socioambiental em um exercício de pesquisas, estudos e reflexões para estabelecer as relações entre os índios e as condições de vida no Ambiente onde habitam. Reconhecendo as sociodiversidades indígenas e contribuindo para discussões na perspectiva histórica que evidenciem as relações de poder, o acesso, a utilização e significados dos recursos naturais pelos povos indígenas.


Palavras-chave


índios, Nordeste, História Ambiental, Semiárido

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Manoel Correia de. A terra e o homem do Nordeste. 6ª ed. Recife: Edufpe, 1998.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE. Censo 2010. http://censo2010.ibge.gov.br/resultados Acesso 28/02/2017.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Nova delimitação do Semi-Árido brasileiro. Brasília/DF, 2005.

BULCÃO, Luís Lyra da Silva. Relatório Ambiental: Grupo de Trabalho de Identificação/Delimitação da Terra Indígena da Serra do Arapuá. FUNAI – Salvaguarda de Comunidades Indígenas, Contrato nº CLTO 1748/2009 e IRPF: AS-4043/2009, Florianópolis, 2010.

CASTRO, Josué de. Geografia da fome: o dilema brasileiro pão ou aço. 10ª ed. Rio de Janeiro: Antares Achiamé, 1980.

CIRILO, José Almir. O uso sustentável dos recursos hídricos em regiões semiáridas. Recife, Edufpe, 2007.

DEAN, Warren. A ferro e fogo: a história e a devastação da Mata Atlântica brasileira. 1ª ed. São Paulo: Cia. das Letras, 1996.

DUARTE, Regina Horta. História & Natureza. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

FREVRE, Gilberto. Nordeste: aspectos da influência da cana sobre a vida e a paisagem do Nordeste do Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1967.

GRUNEWALD, Rodrigo de. Toré: regime encantado do índio do Nordeste. Recife: Fundaj/Massangana, 2005.

LINS, Rachel Caldas et alii. Áreas de exceção do Agreste de Pernambuco. SUDENE, Recife, 1989.

MENDONÇA, Caroline L. Índios da Serra do Arapuá: identidade, território e conflito no Sertão de Pernambuco. Dissertação de Antropologia, Ciências Sociais, Departamento de Antropologia e Museologia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.

MENDONÇA, Caroline Leal. (Org.). Nossa Serra, nossa terra: identidade e território tradicional Atikum e Pankará. Serra Umã e Arapuá. Conselho de Professores Indígenas Atikum e Organização da Educação Escolar Pankará - COPIPE, 2012, p. 75-76. Disponível em: http://www.cimi.org.br/pub/publicacoes/Nossa%20Serra%20Nossa%20Terra/nossa_serra_comclu.pdf. Acesso em 20/12/2013.

MELO, M. L. Os agrestes. Recife: SUDENE, 1980, p. 173-175.

MORGAN, Lewis H. A sociedade primitiva. Rio Janeiro: Martins Fontes, 1974 (Vol. I e II).

MONTEIRO, John Manuel. Tupis, Tapuias e historiadores: estudos de história indígena e de indigenismo. Tese de Livre-Docência, Antropologia, Departamento Ciências Sociais, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2001. MONTEIRO, John Manuel. Redescobrindo os índios da América Portuguesa: Antropologia e História. In: AGUIAR, Odílio Alves; BATISTA, José Élcio; PINHEIRO, Joceny. (Orgs.). Olhares contemporâneos: cenas do mundo em discussão na universidade. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2001, p. 135-142;

MONTEIRO, John Manuel. Armas e armadilhas: História e resistência dos índios. In, NOVAES, Adauto. (Org.). A outra margem do Ocidente. São Paulo: Cia. das Letras, 1999, p. 237-249.

NUNES, Eduardo Soares. Aldeias urbanas ou cidades indígenas? Reflexões sobre índios e cidades. In: Revista Espaço Ameríndio. Porto Alegre: UFRGS, v. 4, n. 1, jan./jun. 2010, p. 90-30.

OLIVEIRA, Edivania Granja da Silva. Os índios Pankará na Serra do Arapuá: relações socioambientais no Sertão pernambucano. Dissertação de Mestrado em História, Unidade Acadêmica de História e Geografia, Centro de Humanidades, Campina Grande, 2014.

OLIVEIRA, João Pacheco de. Trama histórica e mobilizações indígenas atuais: uma antropologia dos registros numéricos no Nordeste. In: OLIVEIRA, J. P. de. (Org.). A presença indígena no Nordeste: processos de territorialização, modos de reconhecimento e regimes de memória. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2011, p.653-687.

OLIVEIRA, J. P. de. (Org.). A presença indígena no Nordeste: processos de territorialização, modos de reconhecimento e regimes de memória. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2011.

OLIVEIRA, João Pacheco de. (Org.). A viagem de volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indígena. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 1999.

PÁDUA, José Augusto. As bases teóricas da História Ambiental. In: Estudos avançados, 24 (68), 2010, p.81-101.

PERES, Sidnei Clemente. Terras indígenas e ação indigenista no Nordeste (1910-1967). In: OLIVEIRA, João Pacheco de. (Org.). A viagem da volta: etnicidade, política e reelaboração cultural no Nordeste indígena. 2ªed. Rio de Janeiro: Contra Capa, 2004, p. 43-91.

PROENÇA, André Luiz. Ocupações pré-coloniais no Parque Nacional do Catimbau: proposta interpretativa às paisagens arqueológicas. Tese de Doutorado, Geografia, Departamento de Geografia, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2013.

RAFFESTIN, Claude. Por uma Geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

RIBEIRO, Darcy. Os índios e a civilização: a integração das populações indígenas no Brasil moderno. 4ª ed. Petrópolis: Vozes, 1982. (A primeira edição brasileira foi publicada em 1970).

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. 2ª ed. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

ROSA, Hildo Leal da. A Serra Negra: refúgio dos últimos “bárbaros” do Sertão de Pernambuco. Monografia de Graduação, História, Departamento de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1988.

SANTOS JÚNIOR. Carlos Fernando dos. Os índios nos Vales do Pajeú e São Francisco: historiografia, legislação, política indigenista e os povos indígenas no sertão de Pernambuco, 1801-1845. Dissertação de Mestrado em História, Departamento de História, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

SILVA, Edson H; SANTOS, Carlos A. Batista; OLIVEIRA, Edivania G. da Silva; COSTA NETO, Eraldo M. (Orgs.). História Ambiental e história indígena no Semiárido brasileiro. Feira de Santana: UEFS, 2017.

SILVA, Edson H; SANTOS, Carlos A. Batista; OLIVEIRA, Edivania Granja da S. (Orgs.). História Ambiental: recursos naturais e povos tradicionais no Semiárido nordestino. Curitiba: Appris, 2017.

SILVA, Edson; OLIVEIRA, Edivania G. da S; SANTOS JR. Carlos F. dos. Os povos indígenas no “sertão verde”: mobilizações, conflitos e afirmações identitárias no semiárido pernambucano. In: O encolhimento das águas: o que se vê e o que se diz sobre a crise hídrica e a convivência com o Semiárido. Campina Grande: INSA, 2017, p. 33-58.

SILVA, Edson. Os povos indígenas e o ensino: possibilidades, desafios e impasses a partir da Lei 11.645/2008. In: FERREIRA, Gilberto G; SILVA, Edson H; BARBALHO, José I. S. (Orgs.). Educação e diversidade: um diálogo necessário na Educação Básica. Maceió: EDUFAL, 2015, p.161-180.

SILVA, Edson. Xukuru: a conquista do Posto. O início da atuação do SPI entre os Xukuru do Ororubá (Pesqueira-PE). In: FREIRE, Carlos Augusto da Rocha (Org.). Memória do SPI: textos, imagens e documentos sobre o Serviço de Proteção aos Índios (1910-1967). Rio de Janeiro: Museu do Índio/FUNAI, 2012, p. 274-283.

SILVA, Edson H. Xukuru: memórias e história dos índios da Serra do Ororubá (Pesqueira/PE), 1950-1988. Tese Doutorado em História Social, Departamento de História/Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2008.

SILVA, Edson. "Os caboclos" que são índios: história indígena no Nordeste. In: Portal do São Francisco. Belém de São Francisco: CESVASF, v. 3, 2004, p. 127-137.

SILVA, Edson. Povos indígenas no Nordeste: contribuição à reflexão histórica sobre o processo de emergência étnica. In: Mneme. Caicó: UFRN, v. 4, n.7, fev./mar. 2003, p.36-45.

SILVA. Luís Severino da. Brejos de altitude, refúgios para os grupos humanos do sertão: o caso da Serra do Arapuá, Floresta, PE. In: Clio Série Arqueológica, v.1, n. 14 - Anais da X Reunião Científica da SAB. Recife: UFPE, 1999, p. 237-244.

VASCONCELOS SOBRINHO, João de. As regiões naturais de Pernambuco, o meio e a civilização. Recife: Condepe, 2005.

WORSTER, D. Transformações da Terra: para uma perspectiva agroecológica na História. In: Ambiente & Sociedade, vol. V, n. 2 – ago./dez. 2002, vol. VI, nº 1 – jan./jul. 2003.




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2017.35.1.al.13

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas