Gente do povo em Pernambuco: da Revolução de 1817 à Confederação de 1824

Wanderson Édipo de França

Resumo


Este artigo versa a respeito da participação do povo em processos sócio-políticos de Pernambuco entre a Revolução Pernambucana de 1817 e a Confederação do Equador. Buscou-se analisar alguns episódios da história pernambucana do início dos Oitocentos e as práticas políticas das gentes simples do povo nesse contexto. Pretendeu-se observar como se comportaram os populares nos questionamentos da construção do incipiente Estado e da pueril nação do Brasil. Muito se fala nos grandes personagens. Neste trabalho se quis lançar luz também para as gentes quase anônimas.


Palavras-chave


Pernambuco; Povo; Insurgências

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Clara Maria de. Governadores das Nações e Corporações: cultura política e hierarquias de cor em Pernambuco (1776-1817). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.

BERNARDES, Denis Antônio de Mendonça. 1817. In: Monica Duarte Dantas (Organizadora). Revoltas, Motins, Revoluções: homens livres pobres e libertos no Brasil do Século XIX. São Paulo: Alameda, 2011, pp. 69-95.

CABRAL, Flávio José Gomes. Paraíso Terreal: a rebelião sebastianista na serra do rodeador – Pernambuco – 1820. São Paulo: Annablume, 2004.

CARVALHO, Alfredo de. Os Motins de 1823. In: SILVA, Leonardo Dantas (organizador). A República em Pernambuco. Recife: FUNDAJ, Editora Massangana, 1990.

CARVALHO, Marcus J. M. de. O Antilusitanismo e a questão social em Pernambuco, 1822-1848. In: PEREIRA, Miriam Halpern (org.) Actas do Colóquio Internacional sobre Emigração e Imigração em Portugal (séc. XIX e XX). Fragmentos: Lisboa, Portugal, , 1993, pp. 145-162.

CARVALHO, Marcus J. M. de. De Cativo a Famoso Artilheiro da Confederação do Equador: o caso do africano Francisco, 1824-1828. Revista Varia História, número 27, 2002, pp. 96-116.

CARVALHO, Marcus J. M. de. Os Negros Armados pelos Brancos e suas Independências no Nordeste (1817-1848). In: JANCSÓ, István (organizador). Independência: História e historiografia. São Paulo: HUCITEC: FAPESP, 2005, pp. 881-914.

CARVALHO, Marcus J. M. de. Liberdade: rotinas e rupturas do escravismo no Recife, 1822-1850. 2ª Edição. Recife: Editora Universitária – UFPE, 2010.

FREI CANECA, O caçador atirando à arara pernambucana em que se transformou o rei dos ratos José Fernandes Gama. In: MELLO, Evaldo Cabral de (organizador). Frei Joaquim do Amor Divino Caneca. São Paulo: Editora 34, 2001, pp. 135-163.

HOLANDA, Sergio Buarque de. Livro dos Prefácios. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

LACLAU, Ernesto. O Retorno do Povo: Razão populista, antagonismo e identidade coletiva. Dados – Revista de Ciências Sociais. Rio de Janeiro. Nº 23, outubro de 2005, pp. 09-34.

LEITE, Glacyra Lazzari. Pernambuco 1824: A Confederação do Equador. Recife: FUNDAJ, Editora Massangana, 1989.

LIMA, Oliveira. Anotações por Oliveira Lima. In: TAVARES, Monsenhor Francisco Muniz. História da Revolução de Pernambuco de 1817. Governo do Estado de Pernambuco. Casa Civil de Pernambuco: Recife, 1969.

MELLO, Evaldo Cabral de. A Outra Independência: o federalismo pernambucano de 1817 e 1824. São Paulo: Editora 34, 2004.

MOTA, Carlos Guilherme. Nordeste 1817: estruturas e argumentos. São Paulo: Perspectiva, 1972.

NISHIKAWA, Reinaldo. O Haiti não é aqui: discurso antiescravista e práticas escravistas no Brasil (1790-1840). MÉTIS: história & cultura – v. 4, n. 7, jan./jun. 2005, pp. 11-32.

PALÁCIOS, Guillermo. Messianismo e Expropriação Camponesa: uma nova expedição ao reino da pedra encantada do Rodeador – Pernambuco, 1820. Revista de História, nº 147, ano 2002, pp. 71-108.

PEREIRA, Luisa Rauter. Povo/Povos. In: FERES JR., João (org.). Léxico da história dos conceitos políticos do Brasil. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009, pp. 203-224.

PEREIRA DA COSTA, Francisco Augusto, Diccionário biográfico de Pernambucanos célebres. Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife, 1981.

PEREIRA DA COSTA, Francisco Augusto, Anais Pernambucanos. Volumes VIII e IX. Recife, FUNDARPE. Diretoria de Assuntos Culturais, 1983.

QUINTAS, Amaro Soares. A Agitação Republicana no Nordeste. In: BUARQUE DE HOLANDA, Sérgio (Organizador). História Geral da Civilização Brasileira. Tomo II, O Brasil Monárquico, Volume 03. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003, pp. 235-297.

REIS, João José. “Nos achamos em campo a tratar da liberdade”: a resistência negra no Brasil oitocentista. IN: MOTA, Carlos Guilherme (organizador). Viagem Incompleta: a experiência brasileira (1500-2000). Formação: histórias. 2ª Edição. São Paulo: Editora SENAC São Paulo, 2000, pp. 241-263.

REIS, João José. Há Duzentos Anos: a revolta escrava de 1814 na Bahia. Topoi (Rio J.), Rio de Janeiro, v. 15, n. 28, jan./jun. 2014, pp. 68-115.

RODRIGUES, José Honório. Independência: revolução e contra-revolução, as Forças Armadas. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 2002.

ROUSSEAU, Jean-Jaques. O Contrato Social. 3ª Edição. Publicações Europa-América.

SILVA, Bianca Nogueira da. O Ser e o Fazer: os intelectuais e o povo no Recife dos anos 1960. Dissertação de Mestrado, UFRPE, 2010.

SILVA, João M. Pereira da. História da Fundação do Império Brazileiro. Volume V. Paris: Tip. Port. de Simão Raçon e Comp., Rua D’Erfurth; Rio de Janeiro: Editor B. L. Garnier, 1865.

SILVA, Luiz Geraldo Santos da. Negros Patriotas: raça e identidade social na formação do Estado Nação (Pernambuco, 1770-1830). In: István Jancsó (organizador). Brasil: formação do Estado e da Nação. São Paulo: HUCITEC, Fapesp, 2003, pp. 497-520.

SOBRINHO, Barbosa Lima. Pernambuco: da Independência à Confederação do Equador. Recife: Secretaria de Educação e Cultura, Conselho Estadual de Cultura, 1979.

SODRÉ, Nelson Werneck. Introdução à Revolução Brasileira. 3º Edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

TAVARES, Monsenhor Francisco Muniz. História da Revolução de Pernambuco de 1817. Governo do Estado de Pernambuco. Casa Civil de Pernambuco: Recife, 1969.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas