OS FILHOS E OS NETOS DOS QUE ANDAM NA GOVERNANÇA: FAMÍLIA E PODER NA CÂMARA MUNICIPAL DO RECIFE COLONIAL.

George F. Cabral de Souza

Resumo


As relações de família eram um dos pilares fundamentais da sociedade colonial em vários aspectos. O exercício do poder através das instâncias locais figurava como cenário privilegiado de ação das redes de parentesco. Nesse estudo de caso enfocamos a atuação dos principais grupos familiares no âmbito da Câmara Municipal do Recife durante o período colonial, procurando identificar as mais importantes linhagens da elite local, algumas de suas estratégias e os seus espaços de poder.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

             


                          

 

 

  Endereço: Avenida da Arquitetura, s/n, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) - 10º andar, CEP: 50740-550, Cidade Universitária, Recife-PE, Brasil. Email: editorclio@gmail.com. Fone: +55 (81)2126-8291