IMAGINÁRIA URBANA NA CIDADE DE VASSOURAS NO RIO DE JANEIRO: A CONSTRUÇÃO DE UMA MEMÓRIA SOCIAL REPUBLICANA

Gerlane Bezerra Rodrigues

Resumo


Este artigo visa examinar a construção da memória social a partir da análise da imaginária urbana na cidade de Vassouras, no estado do Rio de Janeiro. A despeito da tradição historiográfica que apresenta essa urbe como a “cidade dos barões”, marcada por uma identidade aristocrática do período imperial do Brasil, a imaginária urbana reivindica outra leitura, na qual exibe a cidade pela afirmação de uma identidade republicana. Essa perspectiva, só foi possível a partir do contexto de redemocratização do país, momento em que houve um aumento expressivo na promoção de imagens urbanas cujas narrativas incluem memórias antes desprestigiadas, marginalizadas e excluídas do tecido social urbano. Assim, pois, a partir das imagens urbanas erigidas no espaço público, a cidade passa a expressar uma polifonia de memórias, as quais se caracterizam enquanto metáforas de poder.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                          

             

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                  contador inserido em 14. Junho. 2018   hits counter html