VIVÊNCIAS AMARGAS: DIVISÃO DE ASSISTÊNCIA A PSICOPATAS DE PERNAMBUCO NOS PRIMEIROS ANOS DA DÉCADA DE 1930.

Carlos Alberto Cunha Miranda

Resumo


Este artigo trata de um estudo acerca das novas estratégias utilizadas pela psiquiatria institucional, nos primeiros cinco anos da década de 30, através da Divisão de Assistência a Psicopatas de Pernambuco, nessa época dirigida pelo doutor Ulysses Pernambucano. Nossa intenção é analisar as novas formas de controle exercidas sobre os pacientes dos hospitais psiquiátricos e os adeptos das religiões afro-descendentes, por meio do Serviço de Higiene Mental, bem como demonstrar as táticas utilizadas por essas pessoas para reagirem ao forte domínio exercido pela referida instituição. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas