INTELECTUAIS E ARTISTAS NAS ESTRATÉGIAS FRANCESAS DE "PROPAGANDA CULTURAL" NO BRASIL (1940 - 1944).

Hogo Suppo

Resumo


Este trabalho trata da dimensão universal da cultura francesa que serviu como uma arma de propaganda para o Estado e como militantismo patriótico e razão de ser para intelectuais e artistas exercendo suas profissões no estrangeiro. O dissucesso do governo provisório da França era claramente contra as ditaduras. Era necessário apagar da história o período Vichysta, a nova França se identificava com os valores democráticos da Revolução Francesa, com a República. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

             


                          

 

 

  Endereço: Avenida da Arquitetura, s/n, Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) - 10º andar, CEP: 50740-550, Cidade Universitária, Recife-PE, Brasil. Email: editorclio@gmail.com. Fone: +55 (81)2126-8291