A IRMANDADE DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO DE SANTO ANTÔNIO DO RECIFE .

Virgínia Maria Almoêdo de Assis

Resumo


Surgidas do sentimento religioso coletivo, as irmandades brasileiras em sua origem foram organismos sociais dinâmicos e canais privilegiados de expressão popular. O Estado absolutista português, como estado de equilíbrio das forças sociais, dimensionou com exatidão a força desses grêmios e tratou de incorporá-los à sua política ultramarina, onde passam a ter o papel de legitimadores de uma ideologia de dominação. A irmandade do Santíssimo Sacramento de Santo Antônio do Re-cife, enquanto representante ao nível da colônia do estamento social dominante, retrata bem o quadro da conjuntura colonial em que surge e das contradições inerentes a tal quadro. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                          

             

 ISSN: 0102-9487  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com