RELIGIÃO E POLÍTICA EM CONFLITO: PAULO STUART WRIGHT E O GOLPE DE 1964.

Márcio Vilela

Resumo


Neste artigo procuramos compreender as implicações da atuação política e religiosa de Paulo Stuart Wright. Atuação que, a partir do Golpe civil e militar de 1964, sofreu forte reação de setores majoritários da Igreja Presbiteriana do Brasil que passaram a enxergá-lo como uma ameaça à comunidade religiosa e à sociedade. Momento em que se acentua no Brasil um ambiente de intenso conflito político, contribuindo para a expulsão deste personagem da Igreja, a ter o seu mandato de deputado estadual por Santa Catarina cassado, ser exilado, viver na clandestinidade e, posteriormente, já na década de 1970, ser assassinado pelos órgãos de repressão. Trajetória que em muito representa a de outros personagens da história recente do Brasil. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                          

             

 ISSN: 0102-9487  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com