Entre Franciscanos e Beneditinos: o caso de Domingos do Loreto Couto (1696-1762)

Bruno Souto Souto Maior de Melo

Resumo


O presente artigo busca analisar a trajetória de vida do religioso pernambucano Domingos do Loreto Couto, reconhecido pela historiografia como autor de importante obra para o entendimento da primeira metade do século XVIII: Desagravos do Brasil e Glórias de Pernambuco. Não priorizaremos a face cronista de nossa personagem, antes, utilizaremos sua trajetória como elemento que nos permitirá ter uma visão mais alargada do período em tela, principalmente no que toca aos casos de religiosos que transitavam entre ordens regulares, prática recorrente até o segundo quartel do século XVIII.  Assim sendo, acreditamos que a trajetória de Loreto nos convida a compreender em escala micro as estruturas de poder da esfera eclesiástica, os diálogos e embates entre ordens religiosas e poderes diocesanos, ou mesmo a relação de conectividade entre as dioceses ultramarinas e o centro da monarquia cristã. 


Palavras-chave


Igreja; Domingos do Loreto Couto; Transitados

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Fortunado de. História da Igreja em Portugal. Vol. IV. Livraria Civilização – Editora: Porto – Lisboa, 1968.

BOXER, Charles. O Império Marítimo Português. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

BLUTEAU, Raphael. Vocabulario portuguez & latino: aulico, anatomico, architectonico. Vol. 2. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesus, 1712 - 1728.

COSTA, Antônio Carvalho da. Corografia Portuguesa e descrição Topográfica do Famoso Reino de Portugal. Lisboa: Oficina de Valentim da Costa Deslandes, 1706.

COUTO, D. Domingos do Loreto. Desagravos do Brasil e Glórias de Pernambuco. Recife: Fundação de Cultura da Cidade do Recife, 1981.

HESPANHA, António Manuel. Direito Luso Brasileiro no Antigo Regime. Florianópolis: Fundação BOITEUX, 2005.

JABOATÃO, Frei Antônio de Santa Maria. Nova Orbe Seráfico Brasílico ou Chronica dos Frades Menores da Província do Brazil. Vol. II. Rio de Janeiro: Typografia Brasiliense de Maximiano Gomes Ribeiro, 1858.

PIO, Fernando. A Ordem Terceira de São Francisco do Recife e suas Igrejas. Recife, 1975.

MELO, Bruno Kawai Souto Maior de. Desagravos e Glórias: trânsito, transitados e relações jurídico-religiosas no Império Português (1696-1762). Dissertação de mestrado apresentada ao programa de pós-graduação em História da UFPE, 2015.

MELO, Bruno Kawai Souto Maior de. “Nem Clérigo, Nem Frade, Nem Sogeição a Ninguém”: trânsito e transitados em Pernambuco na Primeira Metade dos Setecentos. In. Dimensões do Catolicismo no Império Português (séculos XVI-XIX). Rio de Janeiro: Garamond, 2014.

MELLO, Evaldo Cabral de. A Fronda dos Mazombos: nobres contra mascates Pernambuco, 1666 - 1715. São Paulo: Ed. 34, 2003.

MELLO, José Antônio Gonsalves de. Loreto Couto e os Desagravos do Brasil e Glórias de Pernambuco. In.Estudos Pernambucanos. Recife: FUNDARPE, 1986.

MONTEIRO, Nuno Gonçalves. O Crepúsculo dos Grandes: a casa e o patrimônio da Aristocracia em Portugal. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 2003.

REGO, João de Figueiroa; OLIVAL, Fernanda. Cor da pele, distinções e cargos: Portugal e espaços atlânticos portugueses (séculos XVI a XVIII). Revista Tempo, nº 30, julho de 2010.

SAMPAIO, Antônio Carlos Jucá de. Os homens de negócios e a coroa na construção das hierarquias sociais: o Rio de Janeiro na primeira metade do século XVIII. In: Na trama das redes: política e negócio no Império Português, séculos XVI –XVIII. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010.

SOUZA, George Felix Cabral. Tratos e Mofatras: o grupo mercantil do Recife colonial (1654 – 1759). Recife: editora da Universidade Federal de Pernambuco, 2012.

WOOD, Russel. Fidalgos e Filantropos: A Santa Casa de Misericórdia da Bahia, 1550 – 1775. Brasília: Editora da Universidade de Brasilia, 1981.




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2016.34.1.al.207-226

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas