PROCESSO DE “INVISIBILIDADE” DOS ÍNDIOS KARIRI NOS SERTÕES DOS CARIRIS NOVOS NA SEGUNDA METDADE DO SECULO XIX

Antonio José Oliveira

Resumo


O presente artigo é fruto das reflexões que venho realizando no Curso de doutorado em História Social do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Ceará. Aqui, pretendo expor discussões sobre os discursos do processo de “invisibilidade” dos índios Kariri que habitaram os sertões dos Cariris Novos, região Sul da Província do Ceará, na segunda metade do século XIX. Ali, a historiografia local, defendia que esses nativos tinham sido quase todos dizimados nas guerras contra os colonos no período colonial, especialmente no século XVIII, e os que sobreviveram tiveram que se submeter nos aldeamentos construídos naquela localidade. Dali, ainda no século XVIII, foram descidos para as aldeias situadas no litoral da Província. Com tais acontecimentos, no século seguinte, especialmente a partir da sua segunda metade, se acreditou que em pouco tempo esses nativos deixariam de existir no Sul da Província.C 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                          

             

 ISSN: 0102-9487  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com