Processo de “invisibilidade” dos Índios Kariri nos sertões dos Cariris Novos na segunda metadade do seculo XIX

Antonio José Oliveira

Resumo


Pretendemos expor aqui as discussões sobre o processo de “invisibilidade” dos índios Kariri que habitaram os sertões dos Cariris Novos, região Sul da Província do Ceará, na segunda metade do século XIX. Ali, a historiografia local defendia que esses nativos tinham sido quase todos dizimados nas guerras contra os colonos no período colonial, especialmente no século XVIII, e os que sobreviveram a estes conflitos foram agrupados nos aldeamentos construídos naquela localidade. Dali, ainda no século XVIII, foram descidos para as aldeias do litoral da Província. Com tais acontecimentos, no século seguinte, especialmente a partir da sua segunda metade, se acreditou que esses nativos tinham sido totalmente extintos do Sul da Província. Discurso que perdurou na sociedade não índia e na produção historiográfica local por quase todo o século XX.


Palavras-chave


Extermínio; Sertões; Etnia Kariri

Texto completo:

PDF

Referências


ADOLFO, Francisco Varnhagen de. História Geral do Brasil. Rio de Janeiro: 1887

ARARIPE, Tristão Alencar de. História da Província do Ceará: desde os tempos primitivos até 1850. [1858] 2002. Fortaleza: Fundação Demócrito Rocha.

BURKE, Peter. A arte da conversação. São Paulo: Unesp, 1995.

CASTRO, Eduardo Viveiros de. A inconstância da Alma Selvagem e outros ensaios de Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify. 2002.

CUNHA, Manuela Carneiro da. (org.); História dos Índios no Brasil. 2ª edição. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

SOUZA, Simone de. Uma Nova História do Ceará (org.); Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2003.

CORDEIRO, Celeste. “O Ceará na segunda metade do século XIX”. In: Uma Nova História do Ceará. (org.); In: SOUZA, Simone de. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha, 2003

CORTEZ, Ana Isabel Ribeiro Parente; CORTEZ, Ana Sara Ribeiro Parente; IRFFI, Guilherme. Atividades Econômicas e Trabalho Escravo no Sul do Ceará: uma análise da segunda metade do século XIX. IPECE. 2011. Disponível em: ww.ipece.ce.gov.br/economia-do-ceara-em-debate/vii-encontro/artigos. Acessa em 25 de fevereiro de 2016

FARIAS FILHO, Waldemar Arraes de. Crato: Evolução Urbana e Arquitetura 1740-1960. Fortaleza: Expressões Gráfica e Editora, 2007

FIGUEIREDO FILHO, José de. Cidade do Crato. (edição Fac-símile a de 1955) Coleção SecultEdições URCA.- Fortaleza: Edições UFC, 2010

FIGUEIREDO FILHO, José de. História do Cariri. vol., I. (edição fac-símile à de 1964) Edições SecultURCA.-Fortaleza: Edições UFC, 2010

FERRARI, Afonso Trujillo. Os kariri o crepúsculo de um povo sem história. São Paulo: 1957

MONTEIRO, John Manuel. Negros da Terra: índios e Bandeirantes nas origens de São Paulo. São Paulo: Companhia das Letras, 1994

MOREIRA, Vânia Maria Losada. Notas sobre a “cidadanização” e desamortização das terras de índios no Império brasileiro. In: XXVII Simpósio Nacional de História. Conhecimento Histórico e diálogo com Social.-ANPHU. RN. 22-26 de julho de 2013.

NASCENTE, Livia Silva da. Política e Construção da identidade Nacional: os Índios na História do Brasil. In: Revista Litteris - Ciências Humanas – Antropologia. Niterói: n.6., novembro, 2010

NETO, João Leite. Índios e Terra-Ceará. 1850-1880. Recife: Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de História. 2006. (Tese de doutorado)

PARAISO, Hilda. Construindo o Estado de Exclusão: os Índios brasileiros e a constituição de 1824. In: CLIO: Revista de Pesquisa Histórica. Recife: Vol. 28.2. 2010

PATACA, Ermelinda Moutinho; PINHEIRO, Rachel. Instruções de viagem para a investigação científica do território brasileiro. In: REVISTA DA SBHC, Rio de Janeiro: vol., 3, n.1, janjun, 2005

PINHEIRO, Irineu. Efemérides do Cariri. (edição Fac-símile a de 1963)Coleção SecultEdições URCA.-Fortaleza: 2010

PINHEIRO, Irineu. O Cariri. (edição Fac-símile a de 1950) Coleção Secult. EdiçõesURCA.-Fortaleza: Edições UFC, 2010

UFC, 2010

PRIMERIO, Padre Frei Fidelis M. de. Capuchinhos Em Terras de Santa Cruz nos séculos XVII, XVIII e XIX. São Paulo: Livraria Martins, 1942

POMPA, Cristina. Cartas do Sertão: a catequese entre os Kariri no século XVII. In: Revista Antropológica, ano 7, Vol. 14. (1e 2), 2003

POMPA, Cristina. Religião como tradução: missionários, Tupi e Tapuia no Brasil Colonial. São Paulo: EDUSC, 2003

PORTO ALEGRE, Maria Sylvia. Cultura e história: sobre o desaparecimento dos povos indígenas. In: Revista de Ciências Sociais. Fortaleza: vol., 23/24, n.1/2,1992/1993

PORTO ALEGRE, Maria Sylvia. Aldeias indígenas e povoamento do Nordeste no final do século XVIII: Aspectos demográficos da "cultura de contato". In: XVI Encontro Anual da ANPOCS. Caxambu: MG. 20 a 23 de outubro de 1992. p.1-18. (GT História Indígena e do Indigenismo)

PUNTONI, Pedro. A guerra dos Bárbaros: povos indígenas e a colonização do sertão nordeste do Brasil. 1650-1720. São Paulo: HUCITEC, 2002

STUDARTFILHO, Carlo. Nota Histórica Sobre os Indígenas Cearenses. In: Revista do Instituto do Ceará. Tomo XLV. 1931

SILVA, Isabelle Braz Peixoto. Vilas de índio no Ceará Grande: dinâmicas locais sob o Diretório Pombalino. Campinas: Universidade Estadual de Capinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, 2003, p.86 (Tese de doutorado)

SIQUEIRA, Baptista. Os Cariris do Nordeste. Rio de Janeiro: Editora Cátedras. 1978

CASTRO, Viveiros de. A inconstância da Alma Selvagem e outros ensaios de Antropologia. São Paulo: Cosac & Naify. 2002.

REIS, José Carlos. As Identidades do Brasil: de Varnhagen a FHC. 6ª edição. Rio de Janeiro: FGV, 2003




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2016.34.2.al.05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas