A origem mítica do rei do baião na literatura de cordel

Harlan Teixeira Parente

Resumo


Neste artigo temos como objetivo analisar as representações dadas pelos cordelistas sobre a figura de Luiz Gonzaga desde o seu nascimento, em 1912, até o período em que o músico inicia o período de fama no cenário musical brasileiro em meados da década de 1940. São destacadas diversas passagens da história do artista dentro do período estudado que abrange a infância, a juventude, o período em que serviu o exército brasileiro e a luta para alcançar a fama nacional iniciada no Rio de Janeiro. Busquei realizar uma discussão teórico-metodológica pautado nos estudos da História Cultural que pretende entender as representações sociais sobre os eventos.


Palavras-chave


Baião; Luiz Gonzaga, Música, Representações

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. A Invenção do Nordeste e outras artes. São Paulo: Cortez, 2009.

ALMINO, João. Os Democratas Autoritários. São Paulo: Brasiliense, 1980

ARLEGO, Edvaldo. Luiz Gonzaga:centenário do Rei do Baião. Recife:Editora Edificantes, 2012.

BAKHTIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento. São Paulo/Brasília: Hucitec/UNB, 1987.

BURKE, Peter. Escola dos Annales(1929-1989) : a Revolução Francesa da Historiografia. São Paulo: UNESP, 1997.

CABRALE, Lia. A Era do Rádio. 2ªed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

CALMON, Pedro. O movimento constitucionalista. Rio de Janeiro: José Olympio, 1963.

CURRAN, Mark. História do Brasil em cordel. São Paulo: EDUSP, 1994.

DREYFUS, Dominique. Vida de viajante: A saga de Luiz Gonzaga. São Paulo: Ed.34, 1996.

ECHEVERRIA, Renata. Gonzaguinha e Gonzagão: uma história brasileira. São Paulo: Ediouro, 2006.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. Editora da Universidade de São Paulo, 1994.

FERREIRA, José de Jesus. Luiz Gonzaga: o Rei do Baião: sua vida, seus amigos, suas canções. São Paulo: Ática, 1996.

FERRETI, Mundicarmo. Baião de Dois: Zé Dantas e Luiz Gonzaga. Recife: Massangana,1998.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes. São Paulo: Cia das Letras, 1987.

GRILO, Maria Ângela de Faria. A arte do povo: Histórias na literatura de cordel (1900-1940). Tese de doutorado em História Social –UFF-RJ. Niteroi. 2005.

HOBSBAWN, Eric J. Era dos Extremos: o breve século XX (1914-1991). São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

JATOBÁ Roniwalter. O jovem Luiz Gonzaga. São Paulo: Editora Nova Alexandria, 2012.

LE GOFF, Jacques. La Nouvelle Historie. Paris. Retz, 1978.

MORAES, Jonas Rodrigues de. MORAES, Jonas Rodrigues de. Sons do sertão: Luiz Gonzaga, música e identidade. Annablume, 2012.

MOTA,José Fábio. Luiz Gonzaga: O Asa Branca da Paz. Sobral: UVA, 2001,p.14

OLIVEIRA, Gildson. Luiz Gonzaga: um matuto que conquistou o mundo. Recife: Editora Comunicarte,2000.

OLIVEIRA JÚNIOR, Rômulo José F. de. Antônio Silvino: de governador dos sertões a governador da detenção (1875-1944) Dissertação de mestrado em História Social da Cultura Regional- UFRPE. Recife. 2010.

PANDOLFI, Dulce. Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getúlio Vargas, 1999.

REIS, José Carlos. A História: entre a filosofia e a ciência. Belo Horizonte. Autêntica.2006.

SAROLDI, Luiz Carlos e MOREIRA, Sonia Virginia. Rádio Nacional: O Brasil em sintonia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2006.

TINHORÃO, José Ramos. Pequena História da Música popular: da modinha à canção de protesto. Rio de Janeiro. Vozes, 2013.

WHITE, Hayden. Trópicos do discurso:Ensaio Sobre a Crítica da Cultura. São Paulo: Editora da USP, 1994.




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2018.36.1.07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas