A sobrevivência ao câncer na perspectiva da família

Anielle Ferrazza, Rosani Manfrin Muniz, Bruna Knob Pinto, Aline da Costa Viegas, Michele Rodrigues Matos

Resumo


RESUMO

Objetivo: conhecer a vivência da família frente ao adoecer e sobreviver da pessoa ao câncer. Método: estudo exploratório e descritivo com abordagem qualitativa. A produção de dados foi realizada com três familiares de dois sobreviventes ao câncer por meio de entrevistas semiestruturadas, no período de janeiro a março de 2012. A análise dos dados foi desenvolvida em três etapas: ordenação, classificação e análise final dos dados. Resultados: foi possível identificar sentimentos como angústia, fraqueza e insegurança dos familiares quanto ao futuro do paciente na descoberta da doença. Porém, a família com seu modo singular de pensar e agir articulou-se no enfrentamento da enfermidade, e também, para o cuidado. Conclusão: a sobrevivência ao câncer é vista pelos familiares como a superação diante da doença, sendo construída desde o diagnóstico ao fim do tratamento. Descritores: Família; Neoplasia; Sobrevivência; Enfermagem.

ABSTRACT

Objective: recognizing the family experience facing the experience of the person with cancer falling ill and surviving. Method: an exploratory and descriptive study of a qualitative approach. The production of data was performed with three families of two surviving to cancer through semi-structured interviews, in the period from January to March 2012. Data analysis was carried out in three stages: ordering, classification and final analysis of the data. Results: it was possible to identify feelings such as anxiety, weakness and insecurity about the future of the family of the patient when discoverying the disease. But the family with its unique way of thinking and acting was articulated in combating the disease, and also for care. Conclusion: the cancer survival is seen by family members on how to overcome the disease, being built from diagnosis to end of treatment. Descriptors: Family; Neoplasia; Survival; Nursing.

RESUMEN

Objetivo: conocer la experiencia de la familia delante a enfermar y el sobrevivir de la persona con cáncer. Método: un estudio exploratorio y descriptivo con un enfoque cualitativo. La producción de los datos se realizó con tres familias de dos sobrevivientes de cáncer a través de entrevistas semi-estructuradas, en el período de enero a marzo de 2012. El análisis de datos se llevó a cabo en tres etapas: ordenación, clasificación y análisis final de los datos. Resultados: fue posible identificar sentimientos como la ansiedad, debilidad e inseguridad acerca del futuro de la familia del paciente en el descubrimiento de la enfermedad. Pero la familia con su forma única de pensar y de actuar se articuló en la lucha contra la enfermedad, y también para el cuidado. Conclusión: la supervivencia al cáncer es vista por los miembros de la familia como la manera de superar la enfermedad, se está construyendo desde el diagnóstico hasta el final del tratamiento. Descriptores: La Familia; Neoplasia; La Supervivencia; Enfermería.


Palavras-chave


família; neoplasia; sobrevivência; enfermagem

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i3a11054p1022-1028-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios