A longitudinalidade no cuidado à saúde da criança no contexto da atenção primária

Rosane Meire Munhak Silva, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso, Eliane Tatsch Neves, Cynthia Borges Moura, Cláudia Silveira Viera

Resumo


RESUMO

Objetivos: identificar na visão dos cuidadores a longitudinalidade da Atenção Primária para resolver problemas de saúde de crianças. Método: estudo de abordagem qualitativa, em que se realizaram entrevistas e mapas falantes com 16 cuidadores. Os dados foram agrupados e analisados em categorias temáticas. Resultados: demonstrou-se que longitudinalidade significa estabelecer relações terapêuticas independente de doenças. Todavia, evidenciou-se nos serviços de atenção primária procurados: falta de confiança; não responsabilização; ausência de acolhimento; vínculo estabelecido com um único profissional, resultando na escolha do pronto atendimento para assistência do filho doente. Conclusão: a fragilidade na longitudinalidade ocasionou baixa resolutividade aos problemas de saúde das crianças, implicando a necessidade de mudanças no processo de trabalho na atenção primária. Descritores: Saúde da Criança; Atenção Primária à Saúde; Continuidade da Assistência ao Paciente; Enfermagem de Atenção Primária.

ABSTRACT

Objectives: to identify in the caregivers´ view on the longitudinality of primary care to solve children´s health problems. Method: this study is qualitative in which interviews and speaking maps were carried out with 16 caregivers. The data were grouped and analyzed in thematic categories. Results: it was demonstrated that longitudinality means establishing therapeutic relationships independent of diseases. However, in the primary care services sought, it was evidenced: lack of confidence; Non-accountability; Absence of reception; Bond established with a single professional, resulting in the choice of prompt care for the sick child´s care. Conclusion: the fragility in longitudinality caused a low resolution to the health problems of children, implying the need for changes in the work process in primary care. Descriptors: Child Health; Primary Health Care; Continuity of Patient Care; Primary Care Nursing.

RESUMEN

Objetivos: identificar em la visión de los cuidadores la longitudinalidad de la Atención Primaria para resolver problemas de salud de niños. Método: estudio de enfoque cualitativo, en que se realizaron entrevistas y mapas hablantes con 16 cuidadores. Los datos fueron agrupados y analizados en categorías temáticas. Resultados: se demostró que longitudinalidad significa establecer relaciones terapéuticas independiente de enfermedades. También, se evidenció en los servicios de atención primaria procurados: falta de confianza; no responsabilidad; ausencia de acogimiento; vínculo establecido con un único profesional, resultando en la elección del pronto atendimiento para asistencia del hijo enfermo. Conclusión: la debilidad en la longitudinalidad ocasionó baja solución a los problemas de salud de los niños, implicando en la necesidad de cambios en el proceso de trabajo en la atención primaria. Descriptors: Salud del Niño; Atención Primaria de Salud; Continuidad de la Atención al Paciente; Enfermería de Atención Primaria.


Palavras-chave


Saúde da Criança; Atenção Primária à Saúde; Continuidade da Assistência ao Paciente; Enfermagem de Atenção Primária.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v11i5a23340p1909-1917-2017



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios