QUALIDADE E SEGURANÇA NA ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Ingrid Alves Reis Neves, Margani Cadore Weis Maia, Débora Francisco do Canto, Verusca Soares de Souza, Michelle Dornelles Santarém, João Lucas Campos de Oliveira

Resumo


Objetivo : analisar uma literatura científica que versa sobre qualidade e segurança na assistência obstétrica. Método : revisão integrativa que respeitou como seis etapas metodológicas do referencial utilizado. Por meio das bases de dados Sistema de Análise e Recuperação de Literatura Médica Online  e Literatura Latino-Americana e Caribe em Ciências da Saúde, recrutados 606 publicações, das quais nove foram publicadas com conhecimento do conhecimento. Resultados : eram estudos transversais / quantitativos (55,5%) e com nível de evidência VII (55,5%). Como foram sintetizados em três eixos condutores: Comunicação interprofissional e trabalho em equipe na assistência obstétrica;Práticas intervenientes na assistência obstétrica; e, Ações para melhoria da qualidade e segurança na assistência obstétrica. Conclusões : apesar das falhas na comunicação e no trabalho em equipe, além de diversos riscos na segurança assistencial evidenciados pelo modelo intervencionista no cuidado obstétrico, existem ações de políticas, técnicas e aplicações que alavancam a qualidade e a segurança na atenção materno-infantil.

Descritores : Obstetrícia; Segurança do paciente; Qualidade da assistência à saúde; Centros de assistência à gravidez e ao parto; Enfermagem obstétrica; Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde.


Palavras-chave


Obstetrícia; Segurança do paciente; Qualidade da assistência à saúde; Centros de assistência à gravidez e ao parto; Enfermagem obstétrica; Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Agência Nacional de Vigilância Sanitária (BR). Serviços de atenção materna e neonatal: segurança e qualidade [Internet]. Brasília: ANVISA; 2014 [cited 2020 May 12]. Available from: https://proqualis.net/sites/proqualis.net/files/Servi%C3%A7os%20de%20Aten%C3%A7%C3%A3o%20Materna%20e%20Neonatal%20-%20Seguran%C3%A7a%20e%20Qualidade.pdf

Ministério da Saúde (BR). Banco de dados do Sistema Único de Saúde, DATASUS. Informações de Saúde (TABNET). 2011 [cited 2020 May 6]. Available from: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/idb2012/C03b.htm

Silva ALA da, Mendes A da CG, Miranda GMD, Souza WV de. A qualidade do atendimento ao parto na rede pública hospitalar em uma capital brasileira: a satisfação das gestantes. Cad. Saúde Pública [Internet]. Dec 2017 [cited 2020 May 12]; 33(12): e00175116. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00175116

Carvalho EMP de, Amorim FF, Santana LA, Göttems LBD. Assessment of adherence to best practices in labor and childbirth care by care providers working in public hospitals in the Federal District of Brazil. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. June 2019 [cited 2020 May 12]; 24(6): 2135-2145. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018246.08412019

Andrade LFB, Rodrigues QP, Silva RCV. Boas práticas na atenção obstétrica e sua interface com a humanização da assistência. Rev enferm UERJ [Internet]. Dec 2017 [cited 2020 May 12]; 25(1): 26442. DOI: http://dx.doi.org/10.12957/reuerj.2017.26442

Leal M do C, Bittencourt S de A, Esteves-Pereira AP, Ayres BV da S, Silva LBRA de A., Thomaz EBAF et al. Progress in childbirth care in Brazil: preliminary results of two evaluation studies. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2019 [cited 2020 May 12]; 35(7): e00223018. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00223018

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 353, de 14 de fevereiro de 2017: Aprova as Diretrizes Nacionais de Assistência ao Parto Normal. Diário Oficial União. 20/02/2017; Seção 1:37. [cited 2020 May 12]. Available from: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&data=20/02/2017&pagina=37

Portela MC, Reis LC da C, Martins M, Rodrigues JL da S de Q, Lima SML. Obstetric care: challenges for quality improvement. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2018 [cited 2020 May 12]; 34(5): e00072818. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00072818

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 569, de 1º de junho de 2000. Institui o Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento, no âmbito do Sistema Único de Saúde e dá outras providências. Diário Oficial União. nº 110-E, de 8 de junho de 2000; Seção 1:4-6. [cited 2020 May 12]. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2000/prt0569_01_06_2000_rep.htm

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº. 1.067, de 4 de julho de 2005. Institui a Política Nacional de Atenção Obstétrica e Neonatal, e dá outras providências [Internet]. Brasília; 2005 [cited 2020 May 13]. Available from: https://www.mpac.mp.br/wp-content/uploads/portaria-n-1067-2005-institui-a-poltica-nacional-de-ateno-obsttrica-e-neonatal-2.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Manual técnico: pré-natal e puerpério: atenção qualificada e humanizada [Internet]. Brasília; 2005. [cited 2020 May 13]. Available from: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/eps-238

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal: versão resumida. [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2017 [cited 2020 May 12]. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_nacionais_assistencia_parto_normal.pdf

Batista Filho M, Rissin A. WHO and the epidemic of cesarians. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [Internet]. Mar 2018 [cited 2020 May 12];18(1):3-4. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042018000100001

Mendes KS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa da literatura: um método de pesquisa para incorporar evidências nos cuidados de saúde e enfermagem. Texto contexto-enferm. [Internet]. Oct/Dec 2008 [cited 2020 May 12]; 17(4): 758-64. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

Whittemore R, Knafl K. The integrative review: updated methodology. J Adv Nurs. [Internet]. Dec 2005 [cited 2020 May 14]; 52(5):546-53. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1365-2648.2005.03621.x

Ministério da Saúde (BR). Portaria nº 529, de 1º de abril de 2013. Institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). [Internet]. Brasília; 2013 [cited 2020 May 13]. Available from: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt0529_01_04_2013.html

Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. June 2015 [cited 2020 May 13]; 24(2): 335-342. DOI: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742015000200017

Stillwell SB, Fineout-Overholt E, Melnyk BM, Williamson KM. Evidence-based practice, step by step: searching for the evidence. Am J Nurs. [Internet]. May 2010 [cited 2020 May 13];110(5):41-7. DOI: 10.1097/01.NAJ.0000372071.24134.7e

Oliveira FAM de, Leal GCG, Wolff LDG, Gonçalves LS. O uso do Escore de Bologna na avaliação da assistência a partos normais em maternidades. Rev. Gaúcha Enferm. [Internet]. 2015 [cited 2020 May 14]; 36(spe):177-184. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2015.esp.56940.

Marcolin AC. Qualidade e segurança: caminhos para o sucesso do redesenho do modelo de cuidado obstétrico. Rev. Bras. Ginecol. Obstet. [Internet]. 2015 [cited 2020 May 13]; 37(10):441-445. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/SO100-720320150005472.

Padovani C, Frutos da Silva JP, Dantas LS, Rissardo LK, Antunes, MB, Pelloso SM. Determinantes da assistência materno-infantil segura a luz de evidências científicas: uma revisão integrativa. Nursing (Säo Paulo) [Internet]. Dec 2018 [cited 2020 May 14];21 (247): 2524-30. Available from: http://www.revistanursing.com.br/revistas/247/pg78.pdf

Romão RS, Fuzissaki M de A, Prudêncio OS, Freitas, EAM de. Qualidade da assistência obstétrica relacionada ao parto por via vaginal: estudo transversal. Revista de Enfermagem do Centro Oeste Mineiro [Internet]. 2018 [cited 2020 May 13];8:e2907. DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2907

Antony J, Zarin W, Pham Ba', Nincic V, Cardoso R, D Ivory J, et al. Patient safety initiatives in obstetrics: a rapid review. BMJ Open. [Internet] July 2018. [cited 2020 May 13]; 6;8(7): e020170. DOI: 10.1136/bmjopen-2017-020170

Romijn A, Teunissen PW, de Bruijne MC, Wagner C, de Groot CJM. Interprofessional collaboration among care professionals in obstetrical care: are perceptions aligned? BMJ Quality & Safety [Internet]. 2018 [cited 2020 May 13]; 27 (4):279-286. DOI: http://dx.doi.org/10.1136/bmjqs-2016-006401

Epiu I, Byamugisha J, Kwikiriza A, Autry MA. Health and sustainable development; strengthening peri-operative care in low income countries to improve maternal and neonatal outcomes. Reproductive Health [Internet]. Oct 2018 [cited 2020 May 13]; 15(1):168. DOI: 10.1186/s12978-018-0604-6

Moraes AI de S, Santos VL dos, Paes LBO, Parro, MC. Qualidade e segurança na área da saúde materno-infantil: avaliação de eventos adversos. CuidArte, Enferm [Internet]. Jan/June 2019. [cited 2020 May 13]; 13(1): 32-37. Available from: http://www.webfipa.net/facfipa/ner/sumarios/cuidarte/2019v1/32.pdf

The Joint Commission Sentinel event alert: Preventing infant death and injury during delivery. Sentin. Alert. [Internet]. July 2004[cited 2020 May 13]; 30:1–3. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15270026.

M Leonard, S. Graham, S. Bonacum. The human factor: The critical importance of effective teamwork and communication in providing safe care. BMJ Quality & Safety [Internet]. 2004 [cited 2020 May 13];13(1):i85-i90. DOI: http://dx.doi.org/10.1136/qshc.2004.010033

Félix, R. dos S.; Filippin, N. T. Segurança do paciente na perspectiva de gestantes e puérperas. Rev. enferm. UFPE on line [Internet]. Jan 2019 [cited 2020 May 13]; 13(1): 96-104. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v13i01a236349p96-104-2019

Moreira FTLS, Callou RCM, Albuquerque GA, Oliveira RM. Effective communication strategies for managing disruptive behaviors and promoting patient safety. Rev Gaúcha Enferm. [Internet]. 2019 [cited 2020 May 13]; 40(esp):e20180308. DOI: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180308

Amelink-Verburg MP, Buitendijk SE. Pregnancy and Labour in the Dutch Maternity Care System: What Is Normal? The Role Division Between Midwives and Obstetricians. J Midwifery Womens Health [Internet]. May/June 2010 [cited 2020 May 13]; 55 (3):216–25. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jmwh.2010.01.001

Wauben LSGL, Dekker-van Doorn CM, Van Wijngaarden JDH, Goossens RHM, Huijsman R, Klein J. et al. Discrepant perceptions of communication, teamwork and situation awareness among surgical team members. Int J Qual Health Care [internet]. Jan 2011[cited 2020 May 13]; 23(2): 159–166. DOI: https://doi.org/10.1093/intqhc/mzq079

Chalmers B, Porter R. Assessing Effective Care in Normal Labor: The Bologna Score. Birth [internet]. Mar 2001[cited 2020 May 14];28:79-83. DOI:10.1046/j.1523-536X.2001.00079.x

Organização Mundial da Saúde. Assistência ao parto normal: um guia prático de saúde materna e neonatal. 1996 [internet]. Genebra: Organização Mundial da Saúde; 1996 [cited 2020 May 14]. Available from: https://www.scienceopen.com/document?vid=95b106d7-940a-40a6-bbd1-8dd821be0491

Alvares AS, Corrêa AC de P, Nakagawa JTT, Teixeira RC, Nicolini AB, Medeiros RMK. Práticas humanizadas da enfermeira obstétrica: contribuições no bem-estar materno. Rev. Bras. Enferm. [Internet]. 2018 [cited 2020 May 14];71(6):2620-2627. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0290

Porto AMF, Amorim MMR, Souza ASR. Assistência ao primeiro período do trabalho de parto baseada em evidências. Femina [internet]. Oct 2010 [cited 2020 May 14]; 38 (10). Available from:http://bhpelopartonormal.pbh.gov.br/estudos_cientificos/arquivos/artigo_femina_assistencia_ao_parto_parte_I.pdf

Oliveira JLC, Hayakawa LY, Versa, GLGS, Padilha EF, Marcon SS, Matsuda LM. Atuação do enfermeiro no processo de acreditação: percepções da equipe multiprofissional hospitalar. Rev baiana enferm. [Internet]. 2017 [cited 2020 May 15]; 31(2). DOI: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v31i2.17394

Riegert IT, Correia MB, Andrade ÂRL de, Rocha FNP da S, Lopes LGF, Viana AP de AL, et al. Avaliação da satisfação de puérperas em relação ao parto. Rev. enferm. UFPE on line. [internet]. Nov 2018 [cited 2020 May 15]; 12(11):2986-93. DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i11a236863p2986-2993-2018

Carvalho EMP de, Göttems LBD, Pires MRGM. Adherence to best care practices in normal birth: construction and validation of an instrument. Revista da Escola de Enfermagem da USP [internet]. 2015 [cited 2020 May 14]; 49(6). DOI: https://doi.org/10.1590/S0080-623420150000600003




DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963.2021.245809



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios