The image of blindness in the cinema: analysis of visual impairment by individuals with it

Laura Emmanuela Costa, Marinalva Dias Quirino, Regina Lúcia Mendonça Lopes, Cleuma Sueli Santos Suto

Resumo


ABSTRACT

Objective: to verify how blindness or the sensible ability to see is portrayed from the point of view of the individual with this disability based on literature review and analysis of the documentary produced in Brazil.  Method: the method chosen was a qualitative and descriptive one, with a case study based on statements presented in the documentary. Scenes portraying blindness in the perspective of individuals with a total disability or not were selected. Results: one observes the people interviewed present blindness, in its positivity, as part of the human diversity, seeking to change the prevailing view of symbols and stereotypes of blindness in human history. Conclusion: one concludes there is not an accurate or definitive way of seeing, but many forms and ways of looking, which should be connected to the idea of an inclusive society, seeking to ensure universalization, justice, and equity for a better quality of life. The cinema is a vehicle to reframe the views on blindness. Descriptors: blindness; cinema as a topic; inclusion.

RESUMO

Objetivo: verificar como a cegueira ou a capacidade sensível de ver é retratada sob o ponto de vista do sujeito com a deficiência a partir da revisão de literatura e da análise do documentário produzido no Brasil. Método: o método escolhido foi de natureza qualitativa e descritiva, com estudo de caso pautado nos depoimentos dispostos no documentário. Foram selecionadas cenas que retratam a cegueira na perspectiva dos sujeitos com deficiência total ou não. Resultados: observa-se que as pessoas entrevistadas apresentam a cegueira, em sua positividade, como fazendo parte da diversidade humana, buscando modificar a visão dominante dos símbolos e estereótipos da cegueira na história humana. Conclusão: conclui-se que não há um modo exato ou definitivo de ver, mas, sim, uma diversidade em suas formas e maneiras de olhar, maneiras estas que deverão estar ligadas à ideia de uma sociedade inclusiva, na busca de garantir-se a universalização, justiça e equidade para uma melhor qualidade de vida. O cinema é um veículo para ressignificar os olhares sobre a cegueira. Descritores: cegueira; cinema como assunto; inclusão.

RESUMEN

Objetivo: verificar como la ceguera o la capacidad sensible de ver es retratada desde el punto de vista del sujeto con la discapacidad partiendo de la revisión de literatura y del análisis del documentario producido en Brasil. Método: el método elegido fue de naturaleza cualitativa y descriptiva, con estudio de caso alineado con las declaraciones presentadas en el documentario. Se utilizó escenas que retratan a la ceguera en la perspectiva de los sujetos con discapacidad total o no. Resultados: se observó que las personas entrevistadas presentan la ceguera, en su positividad, como parte de la diversidad humana, tratando de modificar la visión predominante de los símbolos y estereotipos de la ceguera en la historia humana. Conclusión: se concluye que no hay una manera exacta o definitiva de ver, pero una diversidad en sus formas y maneras de mirar, que deben estar vinculadas a la idea de una sociedad inclusiva, en la búsqueda de asegurar la universalización, justicia y equidad para una mejor calidad de vida. El cine es un vehículo para resignificar las miradas a la ceguera. Descriptores: ceguera; cine como asunto; inclusión.


Palavras-chave


Cegueira, Cinema como Assunto, Inclusão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/reuol.1262-12560-1-LE.0506201121



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios