ASPECTOS LEGAIS E INSTITUCIONAIS DA FORMAÇÃO DOCENTE EM GEOGRAFIA

Robson Alves dos Santos, Dionel Barbosa Ferreira Junior

Resumo


O presente trabalho se propõe estudar o processo de formação docente em Geografia bem como a análise de leis que regulamentam o mesmo, dando ênfase na formação de um profissional da educação baseado nas mudanças e necessidades da sociedade, a partir da discussão do atual processo ensino aprendizagem em geografia e à docência universitária. A docência é considerada como atividade intelectual e prática, o que exige uma maior intimidade por parte do professor com os processos investigativos, pois o conteúdo por ele aprendido e com os quais ele trabalha são construções teóricas fundamentadas na pesquisa. Sua prática pedagógica requer constante reflexão, criação e recriação do conhecimento, o que pressupõe uma atividade investigativa permanente, cabendo ao professor desenvolver esta mesma prática com alunos, pois investigar é pesquisar, e ao se pesquisar se aprende a aprender e aprendendo se aprende a pensar. Diante disso, apresenta-se os seguintes questionamentos: como formar um bom professor de Geografia? O que pode a Geografia com seu ensino? Para a realização da pesquisa foi feita uma revisão da literatura, enfatizando a formação docente e o processo de ensino aprendizado em geografia e pesquisa documental.

Palavras-chave: Formação docente; Bacharelado e licenciatura; Geografia


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

DOAJ
ROADDRJI

PERIÓDICOS CAPES

 

 

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.