A PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES DO INSTITUTO FEDERAL DE PERNAMBUCO NA QUAL SE USAM DISPOSITIVOS MÓVEIS

Willderlânia Ximenes Cunha, Sérgio Paulino Abranches

Resumo


A referida pesquisa que apresentamos foi desenvolvida no âmbito do Curso de Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica, na área de concentração de “Educação Tecnológica”, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ela surge das minhas inquietações em aprofundar estudos sobre a discussão de práticas pedagógicas de professores do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), com o uso de dispositivos móveis. Pois, o uso mais frequente das tecnologias no meio social e a dimensão que ganham ultrapassa os muros da escola onde se faz presente na realidade de professores e alunos, estes envolvidos diariamente de alguma maneira com as tecnologias. Dessa maneira, o uso das tecnologias como uma estratégia metodológica no processo de ensino e aprendizagem pode revelar as possibilidades que elas trazem em função da qualidade do que se ensina e do que se aprende em sala de aula. Acreditando que o acesso e a utilização das mais diversas tecnologias, principalmente os dispositivos móveis, caracterizado como um meio de comunicação sem fio, móvel e que possui poder computacional utilizando-se dos celulares, smartphones, tablets e notebooks, já está presente no cotidiano dos alunos. Mediante esse contexto, torna-se fundamental que os professores possam recorrer a metodologias e estratégias pedagógicas diferenciadas que permitam melhorar o percurso do que se ensina e do que é esperado que se aprenda. Nesse sentido, a pesquisa objetivou analisar práticas pedagógicas desenvolvidas pelos professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE atuantes no Ensino Médio Integrado ao Técnico com o uso de dispositivos móveis. E como objetivos específicos: (1) Identificar práticas pedagógicas dos professores com dispositivos móveis que propiciam práticas pedagógicas inovadoras; (2) Entender a concepção dos professores do IFPE atuantes no Ensino Médio Integrado ao Técnico quanto à sua prática com o uso dispositivos móveis; (3) Conhecer as mudanças que podem ser observadas pelos próprios professores em sua prática pedagógica com o uso de dispositivos móveis. Para tanto, discutimos a Prática Pedagógica, como uma prática institucional, intencional e coletiva (SOUZA, 2012); Dispositivos Móveis como Recurso na Prática Pedagógica, respeitando as especificidades do ensino e da própria tecnologia para que sua utilização possibilite a diferença (KENSKI, 2012); e a Prática Pedagógica Inovadora, fundamentada na mudança de processos de ensino com um grau de intencionalidade e sistematização, modificando estratégias de ensino e aprendizagem (CUNHA, 2006).

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo (L. de A. Rego & A. Pinheiro, Trads.). Lisboa: Edições 70, 2006.

CUNHA, Maria Isabel. A didática como construção: aprendendo com o fazer e pesquisando com o saber. In: SILVA, Aida Monteiro; MACHADO, Laêda Bezerra; MELO, Márcia Maria de O. M.; AGUIAR, M. Conceição Carrilho (Orgs). Educação formal e não formal, processos formativos, saberes pedagógicos: desafios para inclusão social. 13° ENDIPE, Recife, 2006, pp. 485-503.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e Tecnologias: O novo ritmo da Informação. 8. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012.

SOUZA, João Francisco de; NETO, José Batista; SANTIAGO, Eliete (Orgs.). Prática pedagógica e formação de professores. Recife: Editora Universitária-UFPE, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)