A RÁDIO SÓCIOEDUCATIVA NO GOVERNO DO INTERVENTOR FEDERAL AGAMENON MAGALHÃES EM PERNAMBUCO (1937-1945)

Aline Cristina Pereira de Araújo Ramos, Adriana Maria Paulo da Silva

Resumo


INTRODUÇÃO: Do ponto de vista da temática objetiva-se mapear os instrumentos educativos utilizados na interventoria de Agamenon Magalhães, dentre eles, especificamente o rádio, procurando compreender o funcionamento da rádio socioeducativa. O interesse por este tema provém da percepção de que os estudos que abordam as estratégias educacionais empregados pela interventoria de Agamenon Magalhães, privilegiaram a análise das mudanças curriculares introduzidas pelo Estado Novo nas escolas públicas de Pernambuco, ou o estudo do projeto pedagógico executado por este governante como meio de propagação do ideário estadonovista e legitimação do seu governo. Os trabalhos referentes ao uso do rádio pelo governo de Agamenon Magalhães, no período em questão o analisam como meio de comunicação de propaganda oficial do governo (ALMEIDA, 2001; LEÃO, 2008; PANDOLFI, 1984; SOUZA NETO, 2005).  A partir da década de 30, o rádio teve um papel de fundamental importância na construção da nação, levando o mundo para dentro das casas brasileiras. Conforme o levantamento bibliográfico feito para esta pesquisa, não encontramos trabalhos referentes ao uso da rádio sócioeducativa em Pernambuco entre 1937 a 1945.

Texto completo:

PDF

Referências


LEÃO, Karl Schurster. A guerra como metáfora: aspectos da propaganda do Estado Novo em Pernambuco (1942-1945). Dissertação. Recife: UFRPE/DLCH, Programa de Pós-Graduação em História Social da cultura regional, 2008.

MARANHÃO FILHO, Luís. Memória do Rádio. Olinda, PE: Jangada, 1991

NUNES, Clarice. As políticas públicas de educação de Gustavo Capanema no Governo Vargas. BOMENY, Helena (Org.). Constelação Capanema: intelectuais e políticas. Rio de Janeiro: Fundação Getulio Vargas; Bragança Paulista: Universidade de São Francisco, 2001.

PANDOLFI, Dulce C. Pernambuco de Agamenon Magalhães: consolidação e crise de uma elite política. Recife: Massangana, 1984.

PERNAMBUCO. O Cincoentenário da abolição da escravatura. Diário do Estado. Recife, 10 de maio de 1938. Departamento de Educação, p.4. (grafia original)

SOUZA NETO, José Maria Gomes. Sonhos de Nabucodonosor: aspectos da propaganda do Estado Novo pernambucano. Tese. Recife: UFPE/CFCH, Programa de Pós-Graduação em História, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)