O DESPREPARO DA COMUNIDADE ESCOLAR NO TRATO A DIVERSIDADE SEXUAL

José Paulo Gomes Teixeira, Lilian Gomes da Silva, Amanda Castelo Branco, Mitz Helena de Souza Santos

Resumo


Pesquisas realizadas em 2002 pela UNESCO sobre o Perfil dos Professores Brasileiros e Homofobia no Espaço Escolar apontaram que a escola ainda carrega consigo paradigmas que segregam e, por fim, excluem aqueles que estão fora do padrão. Nossa necessidade formativa como futuros profissionais da Educação, a fim de nos prepararmos da melhor forma para combatermos qualquer discriminação no ambiente escolar, nos levou a realizar este estudo na ONG Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) no segundo semestre de 2015 no Município de Recife-PE, objetivando apreendermos as percepções dos LGBT (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis) sobre o despreparo da comunidade escolar no  trato a diversidade sexual.

Texto completo:

PDF

Referências


Referências Bibliográficas: ANDRADE, Maria Margarida de. Pesquisa de Campo. In: Introdução à metodologia do trabalho científico: Elaboração de trabalhos na graduação. 6ª edição. Atlas. São Paulo. 20003. Pg. 152-161. DUARTE, Rosália. A entrevista em pesquisas qualitativas. Educar em revista. Curitiba. Nº 24. Editora UFPR. 2004. Pg. 213-225. JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Homofobia nas escolas: Um problema de todos. In: Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Org.: UNESCO; Editora Unesco. Vol. 32. Brasília. 2009. Pg. 13-52. SEFFNER, Fernando. Equívocos e armadilhas na articulação entre diversidade sexual e políticas de inclusão escolar. In: Diversidade Sexual na Educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Org.: UNESCO; Editora UNESCO. Vol. 32. Brasília. 2009. Pg.125-140.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Semana  Pedagógica ISSN 2595-1572 (on line)