AÇÃO, RELEVÂNCIA E INTERPRETAÇÃO SUBJETIVA

Hermílio Santos

Resumo


Paralelamente às abordagens mais influentes na sociologia brasileira, como as diversas vertentes de estruturalismo, pós-estruturalismo e teoria crítica, outras perspectivas analíticas têm se mostrado profícuas para a compreensão de aspectos da realidade brasileira, entre elas destacam-se aquelas que têm como ponto de partida a compreensão de que os indivíduos encontram-se como que compelidos cada vez mais às escolhas e à definição do estilo de vida. A análise sociológica das narrativas biográficas é, dessa maneira, promissora também na sociologia brasileira. O artigo recupera o conceito de relevância em A. Schütz como elemento-chave para a compreensão das interpretações subjetivas do mundo da vida, em uma teoria da ação que tem se mostrado influente tanto no debate teórico como também no desenvolvimento de metodologias para a pesquisa empírica. Ao recuperar elementos fundamentais da sociologia de Schütz, o artigo explicita as bases epistemológicas para uma teoria da ação, bem como para a pesquisa empírica, voltada à compreensão das interpretações subjetivas do mundo da vida.



Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427