Políticas de educação patrimonial no Sul do Brasil

Rodrigo Manoel Dias da Silva

Resumo


Resumo

O presente artigo pretende produzir um diagnóstico sobre as mudanças político-institucionais transcorridas nas políticas culturais brasileiras e suas homologias às iniciativas de educação patrimonial, assim como analisar as possibilidades de ação/agenciamento dos atores diante da operatividade destas mudanças em âmbitos locais. Assim, toma como objeto de estudo sociológico as relações que se estabelecem entre a reorganização de institucionalidades políticas e os modelos de ação dos atores, em suas dinâmicas, tensões e disputas inerentes aos modos contemporâneos de gestão. Por fim, realiza uma análise situacional das experiências de dois municípios brasileiros tombados por órgão de patrimônio, Laguna/SC e Antônio Prado/RS, para identificar e compreender essas mudanças nas políticas de educação patrimonial.

 

Palavras-chave

Políticas culturais. Educação Patrimonial. Agenciamentos.

 

Abstract

This article aims to produce a diagnosis of the political and institutional changes in elapsed Brazilian cultural policies and their homologies to heritage education initiatives, as well as examine the possibilities of agency of the actors before the operability of these changes on the local level. Thus, it takes as its object of sociological study the relationships established between the reorganization of institutionalities policies and action models of the actors in their dynamics, tensions and disputes relating to contemporary modes of management. Finally, perform a situational analysis of the experiences of two municipalities overturned by court of equity, Laguna/SC and Antonio Prado/RS, to identify and understand these changes in policies of heritage education.

 

Keywords

Cultural Policies. Heritage Education. Agencies.


Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427