Apontamentos sobre a relação família e escola no contexto da educação pública em municípios do Nordeste.

Cibele Maria Lima Rodrigues, Danilo Manoel Farias da Silva, Gleiciane Vieira de Souza

Resumo


Resumo

A gênese deste artigo é uma pesquisa quantitativa de avaliação da execução do Plano de Ações Articuladas (PAR) no Nordeste do Brasil. Este Plano foi criado pelo MEC em 2007, como instrumento de gestão para as secretarias de educação com os piores índices educacionais, com o intuito melhorar a sua qualidade dos serviços por meio de mecanismo de planejamento e transferência de recursos da União para os municípios. O texto tem como foco um dos indicadores de qualidade apontados no Plano: o estreitamento da relação entre família e escola. Para tanto, partimos, em termos metodológicos, da análise do Ciclo de Políticas de Ball, em diálogo com estudos recentes da sociologia da educação com o intuito de elucidar a interrelação existente entre a “estrutura familiar” e sua influência no “contexto da prática escolar”. Os resultados apontam que não obstante o contexto de pobreza e de média de escolaridade de 6,5 anos de idade, de 91% de mulheres, existe um grande consenso em relação à necessidade da família acompanhar a trajetória escolar dos filhos traduzido, sobretudo, na sua frequência às reuniões e na observação dos resultados das provas. Uma alternativa ao acompanhamento, segundo as famílias, seria o reforço escolar, apontado por 19% e avaliado como positivo por 81% delas. As avaliações realizadas pelo MEC, segundo as famílias, por sua vez, não estão sendo muito difundidas.

 

Palavras-chave

Política educacional. Família. Educação básica.

______________________________________________
Abstract

The genesis of this paper is a quantitative research about the implementation of Articulated Actions Plan (PAR) in northeastern Brazil. This Plan was created in 2007 as a management tool for education departments with the worst educational indices in order to improve their quality through a planning mechanism and transfer of union resources to municipalities. This paper focuses on one of the quality indicators mentioned in the plan: the closer the relationship between family and school. The starting point was a joint methodological analysis cycle policies Ball in dialogue with recent studies of the sociology of education to elucidate the inter-relationship between "family structure" and its influence in the "context of school practice". The results indicate a context of poverty and average schooling of 6.5 years, 91% women. Even in this context of low education there is a large consensus on the need to monitor the school trajectory, especially in attendance at meetings and observing the results of the tests. An alternative would be to monitor the tutoring, reported by 19% and rated as positive by 81% of these. Tests made by MEC, in turn, are not very widespread.


Key words

Educational policy. Family. Basic education.

_____________________________________

Texto completo:

HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




@ 2012 - PPGS - Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE.

ISSN Impresso 1415-000X

ISSN Eletrônico 2317-5427