INSTRUÇÃO PÚBLICA PRIMÁRIA EM COLÔNIAS AGRÍCOLAS NA PROVÍNCIA DO PARÁ NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XIX

Maria do Perpétuo Socorro Gomes de Sou Gomes de Souza Avelino de França, Vitor Sousa Cunha Nery

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a implantação da instrução pública primárias nas Colônias Agrícolas da província do Pará, na segunda metade do século XIX, em especial nas colônias agrícola de Benevides. Metodologicamente nos apoiamos no tipo de pesquisa documental, que inclui relatórios dos diretores da instrução pública, relatórios dos presidentes da província do Pará, legislação educacional e os jornais da época como o “Diário do Grão-Pará”, “O Liberal” e a “A Constituição”. Para compreender as escolas primárias da colônia agrícola de Benevides na província do Pará na segunda metade do século XIX, nos apoiamos em teóricos da Nova História Cultural como Burke (2005), Chartier (2002), Julia (2001) e Viñao-Frago (1995). As experiências de implantação e constituição das colônias agrícolas amazônicas no século XIX contribuíram para expansão da instrução pública na província do Pará.

 


Palavras-chave


Instrução Pública Primária, Província do Pará, Colônias Agrícolas. Século XIX

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ