A CONTINUIDADE DE ESTUDOS A FORMAÇÃO ESPECIAL

Nerleine de Queiroz Chaves

Resumo


Procurou-se identificar a possível dicotomia entre as exigências da Lei 5692/71 e su3. aplicação na vida escolar, ou seja,sobre o desacordo entre teoria e prática em aspectos referentes a continuidade de estudos da Formação Especial do 1. para
o 2. grau à luz do contexto escolar onde se desenvolve o processoeducativo


Texto completo:

PDF

Referências


CUNHA, Luiz, A. A. - Educação e desell!Volvimento Social no Brasil Rio de

Janeiro, Francisco Alves, 1978

PERNAMBUCO - Técnicos de nível médio - Habilitações Setor Secundário,

- Recife, 1977.

-------Técnicos de nível médio, Hilitações Setor Terciário, Recife,

ROMANELLI, Otaíza de O. - História da Educação no Brasil (1930/1937)

Petrópolis, Nozes, 1978.

SAVIANI, Dermeval - Educação brasileira: estrutura e sistema, Rio de Janeiro,

Saraiva, 1973.




 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ