DISSERTAÇÃO - A Escola Nova em Pernambuco

Maria Christina Araújo de Mendonça

Resumo


A partir da evidência de que subsiste uma estreita relação entre a Educação e a Sociedade, objetivou-se entender o porque da introdução do ideário da Escola Nova em Pernambuco nos anos vinte, mediante a implantação da Reforma Educacional
elaborada por Carneiro Leão e promulgada pelo Ato n.9 1 . 239, de 27 de dezembro de 1928, do Governador Estácio Coimbra. Aparentemente, tratava-se de realidades distintas: Pernambuco, predominantemente rural, oligarquico, moralista,
coronelista, religioso, e a Escola Nova, urbana, democrática, liberal, científica, vanguardista, arreligiosa. Este movimento pedagógico, que se pretendeu inovador, criticando radicalmente a escola tradicional, surgiu no século XIX, na Inglaterra, e difundiu-se em muitos países do mundo.


Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ