MODELAGEM COMO ESTRATÉGIA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE LIGAÇÕES QUÍMICAS NOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Bárbara Lúcia de Oliveira da Silva, Eliemerson de Souza Sales

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo apresentar um relato de uma das experiências vivenciadas no decorrer da realização do Estágio Supervisionado em Ensino de Química I, do curso de Licenciatura da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. O campo de estágio foi realizado na Escola Municipal Reitor João Alfredo; localizada na Ilha do Leite, Recife – PE. O público-alvo do estágio foram turmas do 9º ano do Ensino Fundamental II. Cabe destacar que, o estágio obrigatório curricular viabiliza a integralização da teoria e prática sem dissociá-las, o mesmo vem como instrumento articulador que busca intercambiar saberes no processo de construção da identidade docente. Desta forma, para que se possa trabalhar em conjunto com as turmas, o professor estagiário pode utilizar metodologias diferenciadas. Sendo assim, destacamos o uso da modelagem no Ensino de Ciências para trabalhar a analogia através da ludicidade, que foi um destaque no decorrer da vivência do estágio, se configurando enquanto uma ferramenta essencial para construção de conhecimentos científicos referente ao conteúdo de ligações químicas. Após aula teórica sobre este conteúdo, os estudantes puderam fazer uso da massa de modelar para esquematizar estruturas que representassem ligações químicas do tipo covalente e iônica em papel ofício. Através da atividade, percebemos um maior interesse da maioria dos estudantes para manipulá-las, além de motivá-los à curiosidade para a compreensão do conhecimento científico e, consequentemente, levando os mesmos para a reflexão crítica dos conceitos. Diante disso, pode-se destacar que, no contexto de atuação docente, a ludicidade também induz ao professor a pensar em estratégias didáticas que se configurem como novas metodologias de ensino em sua prática pedagógica, tornando sua função social de mediar a construção do conhecimento. Por fim, é importante mencionar que, as atividades lúdicas tornam-se facilitadoras no processo de ensino e aprendizagem, bem como instrumento para o exercício da cidadania.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.