ENFERMAGEM: UMA PROPOSTA DE INOVAÇÃO

Flávia Gymena Silva de Andrade, Marcos Alexandre de Melo Barros

Resumo


Este artigo objetiva analisar os conceitos metodologias ativas e inovação pedagógica na prática
docente em enfermagem. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, uma revisão integrativa da
literatura. Esta baseou-se em pesquisas de artigos publicados em bases de dados, cuja análise dos
trabalhos teve seu foco em artigos publicados no período de 2004 a 2018, bem como em obras de
autores consagrados no tema. Para a realização da busca foram indexados os seguintes termos:
“metodologias ativas”, “inovação pedagógica” e “docência”. Dos artigos encontrados, 8 foram
selecionados para a realização do estudo. Como principais resultados, percebe-se que a inovação
pedagógica e as metodologias ativas, na prática docente em enfermagem, perpassam pelo uso de
novas tecnologias da comunicação e informação. Nesse contexto, pauta-se na aprendizagem
emancipatória, na participação colaborativa, na partilha, no desenvolvimento da formação de
cidadãos autônomos, críticos e reflexivos. Ainda, a análise dessas duas propostas está também
relacionada com a forma com que o professor organiza a sala de aula, com a interação professoraluno, visto com brilhantismo na disciplina de inverno em que tivemos a oportunidade de cursar.


Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, M.A.M.; MACIEL, M.A.C. Aprendizagem Baseada em Problemas: (Re)Construindo o

processo de ensino-aprendizagem através de uma metodologia ativa e inovadora. In: ROCHA, M.F.

Construindo Saberes em Biologia: integrando graduação e pós-graduação. Recife: EDUPE, 2018.

BERBEL, N. A. N. As metodologias Ativas e a da Autonomia de Estudantes. Semina: Ciências sociais e

humanas, Londrina, v. 32, n.1, p. 25-40, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. RESOLUÇÃO CNE/CES Nº 3, DE 7 DE NOVEMBRO DE

: Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. Disponível

em Acesso em 03/10/2018.

CARBONELL, J. A aventura de inovar: a mudança na escola. Porto Alegre: Artmed, 2002.

CORREIA, J. A. Inovação Pedagógica e Formação de Professores. 2. ed. Coleção Biblioteca Básica de

Educação e Ensino. Rio Tinto-Portugal: Edições ASA, 1991.

CYRINO, E. G.; TORALLES-PEREIRA, M. L. Trabalhando com estratégias de ensino-aprendizado por

descoberta na área da saúde: a problematização e a aprendizagem baseada em problemas.

Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p. 780-788, 2004.

ITO, EE; TAKAHASHI, RT. “Percepções dos enfermeiros de campo sobre o estágio curricular da

graduação de enfermagem realizados em sua unidade de trabalho”. Rev. Esc. Enferm. USP. v. 1, n.

, p.109-110, 2005.

MARIN, M. J. S. et al. Pós-graduação multiprofissional em saúde: resultados de experiências

utilizando metodologias ativas. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, SP, v. 14, n.

, p. 331-344, 2010.

MASETTO, M. T. Competência Pedagógica do Professor Universitário. São Paulo: Summus Editorial,

MESQUITA, S.K.C. Abordagens pedagógicas na formação de enfermeiros: Compreensão de

docentes de enfermagem. 2012. Dissertação (Mestrado em enfermagem) – Universidade Federal

do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.

MITRE, S.M et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde:

debates atuais. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.13, n.2, 2008.

PIMENTA, S. G; ANASTASIOU, L. G. C. Docência no Ensino Superior. 2ª. Ed. São Paulo: Cortez, 2005.

RIBEIRO, M. M. de L, A inovação pedagógica e suas categorias fundantes. III Congresso Nacional de

Educação, Natal/RN, 2016.

RODRIGUES, L. P. et. al. O tradicional e o moderno quanto à Didática no ensino superior. Revista

Científica do ITPAC. Julho, v.4, n.3, Pub.5, Araguaína, 2011.

SANTOS, M. P. Cadernos de ensino e aprendizagem de ciências: reflexões sobre uma prática no

programa escola ativa em classes multisseriadas, Funchal, 2015.

SOUSA, J. M, FINO, C. N. Inovação e incorporação de novos saberes: o desenho curricular de um

mestrado em Inovação Pedagógica, in Actas do VIII Congresso da SPCE, “Cenários da educação/

formação: Novos espaços, culturas e saberes", 2007.

USP, Instituto de Estudos Avançados. Diagnósticos e Propostas para a Educação Básica Brasileira.

Grupo de Estudos Educação Básica Pública Brasileira, Junho, 2018


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.