O poema (não) parou: sincronia literária, antropofagia e formação de leitores literários

José Eduardo Gonçalves dos Santos

Resumo


O presente artigo tem por objetivo trazer à baila discussões que unam o fazer crítico literário e as perspectivas metodológicas para o ensino de literatura pautadas na sincronia literária. Por meio da escolha da literatura contemporânea, o artigo ancora foco na leitura crítica do multiartista Arnaldo Antunes, por considerarmos sua atuação estética exigente e de consolidação dos postulados modernos. Para contribuir com as propostas de nosso artigo, autores que versam reflexões sobre o ensino de literatura, sobretudo voltado à experiência com o poema, (ALVES, H. 1995; GEBARA, A. 2012), foram utilizados, além de críticos literários que pautam suas atuações na leitura e nas experiências mediadas pela palavra literária (CÂNDIDO, A. 2006; BARTHES, R. 1998), a fim de ponderar as perspectivas críticas aqui apresentadas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Colégio de Aplicação da UFPE

Endereço
Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550

Telefones
Secretaria: (81) 2126-8332
Direção: (81) 2126-8335