“Diário de leituras”: o que revela sobre a formação do leitor crítico-literário nas aulas de língua portuguesa

Adriana Letícia Torres da Rosa, José Batista de Barros, José Eduardo Gonçalves Santos

Resumo


O presente artigo tem por objetivo por em tela debates que versem sobre a formação leitora a partir da escritura de diário de leituras, colaborando com a discussão que visa à integralização dos eixos de ensino de Língua e Literatura. Tomando como corpora diários produzidos por alunos a partir de seus registros leitores, este texto vai buscar compreender como se deu o processo de produção do diário de leituras e a valoração das obras lidas pelos alunos. Para auxiliar na análise pretendida, estão autores que trabalham na ótica sociointeracionista (MACHADO, A. R. 1998; GERALDI, J. 2003, 2009; BAKHTIN, M. M. 2009). Assim, adiantamos que o trabalho com diário de leituras em sala de aula pode ser um dos caminhos para a formação leitora efetiva e afetiva, por meio do registro das memórias literárias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Colégio de Aplicação da UFPE

Endereço
Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550

Telefones
Secretaria: (81) 2126-8332
Coord. Pedagógica (SOE-SOEP): (81) 2126-8328
Direção: (81) 2126-8335
Tesouraria: (81) 2126-8329/Fax: (81) 2126-8329