Escolas de tempo integral do Estado de Pernambuco – uma análise do cumprimento do objetivo de melhora da qualidade do ensino médio e qualificação profissional dos estudantes

Eriwelton Antonio de Holanda, Katharine Ninive Pinto Silva

Resumo


Este artigo sintetiza os resultados da pesquisa PIBIC que teve como objetivo responder ao seguinte problema: Será que a ampliação da jornada escolar na Escola de Referência de Agrestina e Escola Técnica de Bezerros está cumprindo com a melhoria da qualidade de Educação e Qualificação dos estudantes? Realizamos análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas com docentes e documentos a partir de Bardin (2002). Já a análise foi fundamentada em autores como Frigotto (2003), Mancebo (2007) e outros. Concluiu-se que o aumento da jornada escolar diária não significou uma ampliação da formação, nem mesmo a implantação da perspectiva de educação interdimensional de que os documentos tratam. Há uma ênfase apenas no conteúdo propedêutico. Além disso, as pressões por resultados em avaliações externas intensificam o trabalho docente e restringem o currículo.


Texto completo:

276-283

Referências


COELHO, Lígia Marta Coimbra da Costa; CAVALIERE, Ana Maria Villela. (orgs) Educação e(m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002

COSTA, Antonio Carlos Gomes. Educação - Uma perspectiva para o século XXI. Editora Canção Nova: São Paulo, 2008.

FRIGOTTO, Gaudêncio e CIAVATTA, Maria. Perspectivas sociais e políticas da formação de nível médio: avanços e entraves nas suas modalidades. In: Revista Educação e Sociedade. Campinas, vol. 32, n. 116, p. 619-638, jul/set, 2011.

GRAMSCI, Antonio. Quaderni del carcere. Torino: Einaudi, 1975b. v. 1-v. 4.

MANCEBO, Deise. Trabalho docente: subjetividade e sobreimplicação. Reflexão & Crítica, v.20, n.1, 2007.

________________. Intensidade do trabalho docente: um debate necessário. In: SILVA JÚNIOR, João dos Reis; CATANI, Afrânio Mendes; MENEGHEL, Stela Maria (Orgs.). A cultura da universidade pública. São Paulo: Xamã, 2011.

PERNAMBUCO. Lei Complementar nº 125, de 10 de julho de 2008. Cria o Programa de Educação Integral e dá outras providências. 2008b.

PERNAMBUCO. Lei nº 13.486, de 1º de julho de 2008. Institui o Bônus de Desempenho da Educação – BDE. 2008a.

PERNAMBUCO. Decreto nº 32.300, de 08 de setembro de 2008. Regulamenta a Lei nº 13.486/2008, que institui o BDE. 2008c.

PERNAMBUCO. Decreto nº 33.711, de 28 de julho de 2009. Dispõe sobre o pagamento do Bônus de Desempenho Educacional – BDE e dá outras providências. 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Indexadores: