Percepções de jovens da educação básica sobre os transtornos alimentares

Saulo Gonçalo Brasileiro, André Luiz Ferreira Dantas de Melo, Kátia Aparecida da Silva Aquino

Resumo


Os transtornos alimentares se caracterizam por uma grave perturbação do comportamento alimentar. A anorexia e a bulimia nervosa são os dois tipos mais comuns de distúrbio observado neste público. O objetivo do trabalho foi avaliar o risco de jovens do ensino médio do Colégio de Aplicação da UFPE a desenvolverem transtornos alimentares dos tipos supracitados. Para tanto, aplicou-se um questionário a indivíduos entre 14 e 17 anos de idade, que responderam questões sobre comportamento alimentar e imagem corporal. Os resultados mostraram que o desgosto pelo próprio corpo foi detectado em apenas 10% dos entrevistados. Tal resultado pode indicar que estes não apresentam risco de desenvolver transtornos alimentares. Contudo, as percepções destes jovens sobre a manutenção de um corpo saudável, por meio da alimentação e da prática de atividades físicas, parecem divergir da forma que eles se enxergam.


Texto completo:

321-330

Referências


ALVARENGA, M.; LARINO, M. A. Terapia nutricional na anorexia e bulimia nervosa. Rev. Bras. Psiquiatria. v. 24, p. 39-43, 2002.

ARANHA, A. C. C.; EDUARDO, C. P.; CORDÁS, T. A. Eating disorders – part I: psyciatric diagnosis and dental implications. J Contemp Dent Pract 2008, 9:71-81.

BARLOW, D. H.; DURAND, V. M. Psicopatologia – uma abordagem integrada. Trad. Roberto Galman. São Paulo: Cengage Learning; 2008.

BARTLETT, D.; SHAH, P. A critical review of non-carious cervical (wear) lesions and role of abfraction, erosion, and abrasion. J Dent Res 2006;85(4):306-12.

BAUMAN, Z. Tempos líquidos. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

BORGES, N. J. B. G.; SICCHIERI, J. M. F.; RIBEIRO, R. P. P.; MARCHINI, J. S.; SANTOS, J. E. Transtornos alimentares quadro clínico. Revista de Medicina. v. 39, n.9, p. 340-348. 2006.

BRASIL. Lei nº 4680, de 24 de abril de 2003. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 abr. 2003.

CORDÁS, T. A. Transtornos alimentares: classificação e diagnóstico. Revista Psiquiatria Clinica. v. 31, n. 4, p. 154-157. 2004.

FORTES, L. S., FERREIRA, M. E. C. e AMARAL, A. C. S. Comportamento alimentar em adolescentes de Juiz de Fora. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 22, n. 1, p. 1-13, 2016.

MAGALHÃES, V. C.; MENDONÇA, G. A.S. Transtornos alimentares em universitárias: estudo de confiabilidade da versão brasileira de questionários autopreenchíveis. Rev Bras Epidemiol. v. 8, n. 3, p. 236-245, 2005.

MALDONADO, G. R. A educação física e o adolescente: a imagem corporal e a estética da transformação na mídi a impressa. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. v. 5, n. 1, p. 59-76. 2006.

PERES, R. S.; SANTOS, M. A. Contribuições do desenho da figura humana para a avaliação da imagem corporal na anorexia nervosa. Rev Med. v. 39, n. 3, p. 361-370, 2006.

SÉRALINI, G.E.; CELLIER, D.; VENDOMOIS, J.S. New analysis of a rat feeding study with a genetically modified maize reveals signs of hepatorenal toxicity. Arch Environ Contam Toxicol. v. 52, p. 596-602, 2007.

SILVA, A. B. B. Mentes insaciáveis. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

SILVA, R. R.; FERREIRA, G. A. L.; BAPTISTA, J. A.; DINIZ, F. V. A. A química e a conservação dos dentes. Química Nova na Escola, v. 13, São Paulo, 2001.

TRAEBERT, J.; MOREIRA, E. A. M. Behavioral eating disorders and their effects on oral health in adolescence. Pesqui. Odontol. Bras. 2001;15(4):359-6.

WEBSTER, B. L.; BARR, S. I. Calcium intakes of adolescent female gymnasts and speed skaters: lack of association with dieting behavior. J Int Soc Sports Nutr. v. 5, n. 1, p. 2-12, 1995.

WHO, World Health Organization. Childhood overweight and obesity. Disponível em: . Acesso em: 21 de dez. 2017.

WILLIAMS, S.R. Nutrition and diet therapy. 60 ed. St. Louis: Times; 1989.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Indexadores: