Inglês como língua franca: o que pensam os futuros professores de uma universidade do Paraná

Beatrice Elaine dos Santos, Isabel Cristina Vollet Marson

Resumo


O intuito deste artigo é abordar uma pesquisa que foi desenvolvida com graduandos do último ano do curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês, na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), cujo objetivo principal baseia-se em investigar qual a visão que os acadêmicos, do curso de Letras da UEPG, têm sobre o conceito de utilização da língua inglesa como língua franca. Portanto, para cumprir tal desafio, no desenvolvimento deste trabalho serão apresentadas algumas reflexões teóricas sobre as concepções de língua(gem), a prática do professor de língua inglesa e sua formação inserida num contexto em que o inglês tornou-se uma língua franca. Foi utilizada a abordagem metodológica qualitativa e interpretativista, a qual valeu-se da aplicação de um questionário para os participantes. Nas considerações finais serão apresentadas algumas conclusões baseadas em nossas reflexões teóricas, no desenvolvimento da metodologia, também serão expostas algumas considerações acerca dos resultados obtidos por meio deste estudo.

 


Texto completo:

331-348

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Revista Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica

Colégio de Aplicação da UFPE

Endereço
Avenida da Arquitetura S/N Cidade Universitária
CEP 50740 - 550

Telefones
Secretaria: (81) 2126-8332
Direção: (81) 2126-8335