Projeto Maggy, a Fada - uma obra para pequenos leitores - estética e ética na literatura portuguesa infantojuvenil contemporânea

Lídia Maria Machado

Resumo


Este projeto recai sobre a experiência com o conto Maggy, a Fada - uma obra para pequenos leitores - estética e ética na literatura portuguesa infantojuvenil contemporânea que, para a sua execução, usufruiu de algumas parcerias, nomeadamente, com o Departamento de Português Escola Superior de Educação de Bragança (ESEB), o Serviço Educativo do Museu do Abade de Baçal, em Bragança (Portugal), e com os alunos do 2.º ano da Licenciatura em Educação Básica da ESEB, no âmbito da Unidade Curricular (UC): Literatura para a Infância. O projeto estendeu-se ao longo do segundo semestre (fevereiro a julho do ano letivo 2015/2016) e teve por objetivo dar a conhecer àqueles alunos e a crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico dos Agrupamentos de Escolas da cidade de Bragança, algumas obras escritas por autores de referência no panorama literário lusófono, nomeadamente, Lídia Machado dos Santos, da coleção Maggy, a Fada.

Texto completo:

338-345

Referências


SILVA, G. (2011). “A ‘nova literatura’ na promoção de uma competência literária global, verdade ou consequência?” in AZEVEDO et al. (2011). Globalização na Literatura Infantil. Vozes, Rostos e Imagens. Fundação para a Ciência e Tecnologia. P. 215-234.

AZEVEDO, F. e BALÇA, A. (2016). Leitura e Educação Literária. Lisboa: LIDEL.

CERRILLO, P. (2007). Literatura infantil: nuevas lecturas, nuevos lectores. Universidad Casilla-la-Mancha.

ZILBERMAN, R. (2008). O papel da Literatura na Escola. S. Paulo: Bookmark and Share.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Indexadores: