ENSINO DE ESTATÍSTICA NA ESCOLA DO CAMPO: Contribuições do ensino por meio da realidade de educandos de um 6º ano do ensino fundamental

Luciana BOEMER CESAR PEREIRA, Guataçara dos SANTOS JUNIOR

Resumo


Este artigo apresenta as contribuições de um processo de ensino de Estatística com base na realidade dos educandos de uma turma do 6º ano do Ensino Fundamental de uma escola do campo, situada no município de Imbituva - Paraná. A pesquisa se caracteriza como aplicada, de natureza qualitativa e de cunho interpretativo. Foi realizada na disciplina de Matemática, e atendeu aos objetivos dos documentos curriculares que orientam o trabalho com Estatística nas escolas. A sequência de ensino de Estatística foi construída pautada em dados da realidade dos educandos e as propostas de atividades buscaram levar os educandos a ler e escrever dados de sua realidade, a transcrever esses dados para outros tipos de representações e, principalmente, a raciocinarem no momento de construírem as representações. Os conhecimentos estatísticos foram adquiridos e os saberes do campo foram articulados com a realidade dos educandos. Dessa maneira a proposta de ensino de Estatística teve significados para além da sala de aula, uma vez que nas atividades de construção de gráficos e tabelas eles tiveram a oportunidade de refletir sobre conceitos que podem vir a ser utilizados na sua vida no campo e a ler e interpretar dados que retratam temas próximos de seu cotidiano. Nesse sentido, a metodologia utilizada pode fundamentar propostas que  busquem valorizar os povos do campo.

 

 

TEACHING STATISTICS IN FIELD SCHOOLS: contributions of teaching through the reality of learners of a  6th grade of elementary school

 

ABSTRACT

This article presents the contributions of a process of the teaching of Statistics with basis on the students’ reality in a sixth grade class of Elementary School, in a school in the countryside located in the town of Imbituva – Paraná. The research is characterized as applied, with a qualitative nature and an interpretative characteristic. It was carried out in the Math class and fulfilled the aims of the curricular documents that guide Statistics work at schools. The sequence of the teaching of Statistics was built based on data from students’ reality and proposals of activities which led the students to read and write data of their reality, transcribe these data to other kinds of representations, and, above all, reason when building up such representations. Statistic knowledge was acquired and knowledge on the countryside was articulated with students’ reality. This way, the proposal for teaching Statistics had meanings beyond the classroom. That is because in the activities of the construction of graphs and tables the students had the opportunity to think about these concepts, which may be employed in their life in the countryside. In addition, they also had the chance to read and interpret data that portray themes related to their daily life. In this sense, the methodology used may underlie proposals that seek to value people from the countryside.


Palavras-chave


Ensino de Estatística; Educação do Campo; Educação Matemática; Teaching of statistics; field education; mathematics education;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v5i1.2213

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br