O MOODLE E O FACEBOOK COMO AMBIENTES PEDAGÓGICOS: Concepções discentes acerca do uso destes ambientes

Thelma Panerai Alves, Renata Kelly Souza Araújo

Resumo


O presente trabalho visa discutir a temática inquietante e curiosa do uso de plataformas e redes sociais na educação formal e presencial. Nossa pesquisa foi realizada com o intuito de conhecermos as percepções dos alunos em relação ao uso da plataforma Moodle e da rede social Facebook, na disciplina presencial de Introdução à Educação a Distância. Nossa metodologia baseou-se em observações sistemáticas dos momentos de participação e interação dos discentes no ambiente online, tanto no Moodle como no Facebook; e na aplicação de questionário aos discentes, com o objetivo de compreender a percepção destes acerca dos dois espaços pedagógicos e a maneira como interagiram neles. Os resultados demonstraram que os alunos, como futuros docentes, consideraram a experiência construtiva, inovadora e favorecedora de novas possibilidades educativas em suas práticas pedagógicas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v4i2.2234

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br